L&PM

Tango e literatura

terça-feira, 5 outubro 2010

O vídeo acima é da banda Gotan Project, que chega mais uma vez ao Brasil neste mês. O trio se apresenta no Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Porto Alegre. A turnê divulga o mais recente álbum “Tango 3.0”. Formado pelo francês Philippe Cohen Solal, pelo guitarrista argentino Eduardo Makaroff, e pelo músico e programador suíço Christoph Muller, o grupo musical reúne três amigos de diferentes países, que têm em comum a paixão pelo tango, o jazz e a música eletrônica. Confira a programação:

GOTAN PROJECT NO RIO DE JANEIRO

Quando: 06/10, a partir das 22h
Onde: Vivo Rio (Av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo)
Quanto: R$ 220 (camarote A), R$ 150 (camarote B e setor 2), R$ 80 (frisas em pé), R$ 250 (vip premium), R$ 200 (setor vip), R$ 180 (setor 1), R$ 100 (setor 3); há meia-entrada para todos os setores
Ingressos: pelo site www.ingressorapido.com.br, pelo telefone 4003-1212 e nos pontos de vendacadastrados

GOTAN PROJECT EM SÃO PAULO

Quando: 07/10, a partir das 22h
Onde: HSBC Brasil (Rua Bragança Paulista, 1281, Chácara Santo Antônio)
Quanto: R$ 300 (camarote e setor vip), R$ 250 (frisas e setor 1), R$ 150 (cadeira alta e setor 2), R$ 350 (super vip), R$ 100 (setor 3) e R$ 280 (camarote inferior); há meia-entrada para todos os setores
Ingressos: pelo site www.ingressorapido.com.br, pelo telefone 4003-1212, na bilheteria da casa e nos pontos de venda cadastrados

GOTAN PROJECT EM SALVADOR

Quando: 13/10, a partir das
Onde: Teatro Castro Alves (Praça Dois de Julho, s/n)
Informações: www.tca.ba.gov.br

GOTAN PROJECT EM PORTO ALEGRE

Quando: 15/10
Onde: Teatro do Sesi (Av. Assis Brasil, 8787, Sarandi)
Informações: www.centrodeeventosfiergs.com.br

O que isso tem a ver com a L&PM?  O tango também está presente no nosso catálogo de publicações. Como falamos anteriormente aqui no blog a L&PM acaba de relançar o livro As veias abertas da América Latina, de Eduardo Galeano. A tradução foi realizada por Sergio Faraco, um dos grandes contistas brasileiros. Faraco recebeu o Prêmio Nacional de Ficção, atribuído pela Academia Brasileira de Letras à coletânea Dançar tango em Porto Alegre como a melhor obra de ficção publicada no Brasil em 1998.

Quer mais tango?  Publicamos também a obra Tangos&Tragédias em quadrinhos.

Já está ensaiando os passos?

Nós e “As veias abertas…”

sexta-feira, 1 outubro 2010

Por Ivan Pinheiro Machado 

Conheci Eduardo Galeano na Feira Internacional do Livro de Frankfurt, em 1976. Era minha primeira vez em um evento como este e eu, muito jovem, representava uma editora que tinha apenas um livro. Lembro que Millôr Fernandes me levou ao aeroporto do Galeão e disse: “o Gasparian vai estar neste vôo”. Fernando Gasparian, que faleceu em 2006, era o dono da Editora Paz e Terra e foi, além de uma extraordinária figura humana, um dos maiores editores do Brasil. Seu lugar na história das lutas democráticas nos anos 70 está garantido. Além de editor de livros, Gasparian foi dono do célebre jornal “Opinião” e um dos donos do não menos célebre “O Pasquim”. Pois bem, encontrei Gasparian no avião, me apresentei e conversamos durante muitas horas até que, quando chegamos a Frankfurt, fomos juntos procurar um hotel. Instalados, nos encontramos na Feira, onde Fernando me apresentou Eduardo Galeano. Naquele ano, a Feira Internacional do Livro de Frankfurt se posicionava politicamente ao homenagear a literatura Latino-americana – época em que a América do Sul era 100% tomada por ditaduras militares. Todos os grandes autores, com exceção de Jorge Luis Borges, estavam lá: o colombiano Gabriel García Marquez, o peruano Mario Vargas Llosa, o paraguaio Augusto Roa Bastos, o argentino Julio Cortázar, o chileno José Donoso, os uruguaios Eduardo Galeano e Mario Benedetti, os brasileiros Jorge Amado, Thiago de Mello e muitos outros. Houve várias manifestações e uma histórica mesa redonda com todos os escritores importantes num auditório lotado por mais de 2.000 pessoas. 

Hoje, primeiro de outubro, a L&PM está lançando uma nova edição de “As veias abertas da América Latina”. Com nova capa, nova tradução e índice analítico, “As veias abertas…” vem juntar-se à totalidade da obra de Eduardo Galeano editada pela L&PM. 

Estamos muito orgulhosos. “As veias abertas da América Latina” vendeu milhares de exemplares em todo mundo. Líamos este livro na década de 70, em espanhol, pois esteve quase 10 anos proibido no Brasil. É um inventário da espoliação, da colonização e da predação europeia e norte-americana na América Latina. Em seu prefácio, escrito especialmente para esta edição, Galeano diz, em 2010, que lamenta que o livro não tenha perdido a atualidade… Apesar destes tempos neoliberais, “As veias abertas…” segue tendo muitos leitores. Afinal, as novas gerações querem conhecer este clássico e este lado sombrio da nossa história. 

O tradutor de "As veias abertas..." Sergio Faraco, Eduardo Galeano e os editores da L&PM Ivan Pinheiro Machado e Paulo de Almeida Lima

 

L&PM recebe visita especial de Sergio Faraco

quinta-feira, 30 setembro 2010

Olha quem está aqui na editora: Sergio Faraco.  Um dos mais importantes contistas do Brasil, ele acaba de traduzir As veias abertas da América Latina, de Eduardo Galeano, que chega amanhã às livrarias com a nova tradução, nova capa, nova introdução do autor, além de contar agora com um índice analítico. Pela L&PM, Faraco publicou, entre outros, o livro de contos Dançar tango em Porto Alegre, agraciado com o Prêmio Nacional de Ficção da Academia Brasileira de Letras em 1999.

Vera Shida e Sergio Faraco

Nossa simpática visita não recusou um café. Adoramos recebê-lo. Volte sempre Faraco!

Sergio Faraco esperando um cafezinho na sede da L&PM - Foto: Angélica Segui

Facebook em quadrinhos

quarta-feira, 29 setembro 2010

Estréia essa semana o filme sobre a vida de Mark Zuckerberg, cocriador do Facebook.

The Social Network foi transformado em filme por David Finch, um cineasta respeitado de Hollywood, e pelo roteirista Aaron Sorkin.

Chegará a ser um zeitgeist? Não sabemos, mas o filme certamente vai representar muito bem a chamada “geração digital”.

Acha que é pouco? Pois tem mais. A vida do jovem magnata de 26 anos será contada em formato de história em quadrinhos. O lançamento está previsto para dezembro de 2010, nos Estados Unidos. Saiba mais aqui.

Porque estamos neste clima geek? Estamos com página nova no Facebook!

Curta a página da L&PM Editores e compartilhe as últimas novidades e lançamentos de seus livros preferidos.

David Coimbra, Fraga e uma mulher espetacular!

terça-feira, 28 setembro 2010

“Quem viu Jô, nunca mais esquece.

Os cabelos, o rosto, os seios apontando para o céu, as pernas longas, o bum-bum impecável, as pernas longas, roliças, rijas. Enfim, linda. E além de tudo isso, excelente dona de casa, esposa exemplar, mãe extremada.

Até que um dia…Bem, você vai ler este livro e vai saber tudo o que acontece quando esta mulher resolve jogar tudo pro alto e ganhar a estrada.

Sai da frente!”

Este é um trecho da orelha do livro “Jô na estrada” escrito por David Coimbra e desenhado por Fraga. Acho que nem o David imaginou uma mulher como Fraga teve o talento de desenhar. E este é o grande barato deste livro. O texto corre junto com os quadrinhos. Ou melhor, o texto é interrompido e a história segue em quadrinhos até retomar o texto e lá adiante prosseguir graficamente. Texto e HQ mancomunados. Dois talentos brasileiros de primeira grandeza. O ficcionista David Coimbra e o desenhista Gilmar Fraga.

Aguarde para outubro!

(IPM)

Peanuts e Schulz recebem festa especial em Washington

terça-feira, 28 setembro 2010

Como já falamos anteriormente aqui no blog, dia 2 de outubro, Peanuts comemora 60 anos de vida. Estamos preparando várias surpresas para nossos leitores. Aguardem…

Mas as celebrações pela chegada à terceira idade de Peanuts não serão apenas na terra brasilis. Atividades especiais estão programadas em diversos pontos do planeta.

A partir de 1º de outubro, quem passar pela cidade de Washington, nos Estados Unidos, poderá ver de perto a mostra de “auto-retratos” de Charles M. Schulz e participar de eventos especiais.

Fotografias do Snoopy, shows com Sean Lane e o Projeto Bay Jazz, além de oficinas de cartoon com Joe Wos estarão acontecendo.

Além dos desenhos do mestre do HQ, os visitantes vão conhecer o lado mais pessoal do criador do Minduim em fotografias da vida do mestre. A exposição ocorre no Smithsonian´s National Portrait Gallery.

Imperdível se você estiver na terra do Tio Sam! Outras informações aqui.

A L&PM publica Peanuts Completo e as aventuras da Turma do Charlie Brown em dez volumes pocket.

Confissões de sexta-feira

sexta-feira, 24 setembro 2010

Angélica Seguí*

Sinto saudades do velho. O safado exercia sobre mim uma espécie de “domínio fatal”. Se é que isso é possível. Não era um domínio sexual, nem apenas intelectual. Era paixão. Pura e avassaladora. Por alguns anos foi assim. Ele e eu. Eu e Ele. Com eventuais traições com algum jornalista americano ou poeta uruguaio. Mas foram poucas…

Foi por meu velho que virei noites e noites, bocejei nas aulas mais divertidas sobre teorias de Roland Barthes e discuti, a ponto de quase pegar na faca, quando alguém quis ofender o velho. Foram bons anos.

Precisava devorá-lo diariamente. Os encontros eram cada vez mais frenquentes. Em casa, na faculdade, no ônibus, em praças, cafés, bares. Naquele tempo, ninguém conseguia prender minha atenção como ele.

Os amigos avisavam: “Larga esse velho! Você merece mais! Ele é um desbocado. Tem que voltar aos clássicos ou conhecer um europeu.” Eu ficava triste. Sentia que podiam ter razão. Mas, que mal poderia haver em gostar de um homem pobre, safado e bêbado? Que moça de família não havia amado alguém assim?

Depois de muitos anos juntos percebi que estava me entregando demais. Toda mulher deve se entregar por inteiro a uma paixão, pero no mucho.

Acordei numa manhã gelada de inverno, com a ressaca habitual de nossos encontros, e decidi: era o dia do fim.

Toda paixão acaba um dia. Ou se transforma.  Charles Bukowski foi uma grande paixão. Mas precisava conhecer outras pessoas.

Por que me apaixonei? Além da realidade crua com que me deparava em cada linha, havia algo mais naqueles livros. Bukowski quis ser escritor. E se entregou. E foi.

Hoje cuido bem do “nosso amor” relendo de tempos em tempos um dos seus livros ou poemas. Vibro com cada novo lançamento e quero, sinceramente, que conquiste outras moças.

Ele me ensinou muito sobre o pensamento masculino. Dos safados, é claro.

Para quem nunca leu, recomendo iniciar com Notas de um velho safado, Ao sul de lugar nenhum e Pulp.

Depois disso? Pare se for capaz…

Na Web TV L&PM tem uma entrevista fantástica com o Buk!

*jornalista e blogueira. Editora online da L&PM

Reestreia oficial

terça-feira, 16 março 2010

O blog da L&PM está de volta. Completamente repaginado e adaptado ao novo site, esse espaço se propõe a ser o canal direto de comunicação entre os leitores e a editora.

No blog será possível saber o que acontece na L&PM quase que em tempo real, ler e publicar resenhas e ver dicas de filmes, peças e exposições. Também daremos nossa opinião sobre os mais diversos assuntos relacionados à cultura, à internet e ao mercado editorial. 

Sejam bem-vindos, mais uma vez.

Para ver sua resenha publicada aqui, basta enviá-la para comunicacao@lpm.com.br

Blog, WebTV e um novo site comemoram 36 anos de L&PM e 15 anos na internet

terça-feira, 16 março 2010

Por Ivan Pinheiro Machado

A internet ainda engatinhava no Brasil de 1995. Em Porto Alegre, eram apenas dois provedores: a Nutec (que mais tarde seria o ZAZ e, na bolha das grandes aquisições, acabaria sendo absorvida pelo Terra) e a estatal PROCERGS, que cuidava de toda a parte técnica dos sistemas de informática do Governo do Estado. Eram essas duas empresas que abrigavam os 450 internautas até então registrados no Rio Grande do Sul. A “operação internet” começava muito mais como uma excentricidade, um investimento no futuro. Nem Bill Gates tinha entrado na jogada, e a única ferramenta de acesso à internet era o velho “Netscape”. Atenta à novidade, a L&PM entrou em contato com diretora da PROCERGS, Marli Nunes Vieira, e propôs uma parceria com a estatal – imediatamente aceita – para colocar no ar o site inaugural da editora. Depois de seis meses de trabalho, em setembro de 1995, a página virtual da L&PM foi lançada. Era o primeiro site comercial do Rio Grande e o primeiro site de uma editora no Brasil, com todos os livros cadastrados, capas, sinopses e biobibliografias do autores. E lá se foram 15 anos.

Em 2010 já não são 450 internautas. São milhões de pessoas conectadas, dependentes, interligadas, transformando a internet no mais corriqueiro meio de comunicação e informação. De lá para cá, assim como a web mudou, a L&PM cresceu. E tornou-se protagonista da única grande revolução que aconteceu no mercado editorial brasileiros nos últimos 20 anos: a implantação do livro de bolso como um hábito do brasileiro. Portanto, não é soberba dizer que está no DNA da editora abrir caminhos e perseguir o novo, o inusitado.

No distante ano de 1974, dois jovens de 21 anos juntaram seus nomes e seus sonhos para criar uma microeditora que, em princípio, deveria ser uma experiência undergournd, bem ao gosto dos anos 70. Hoje, a L&PM se posiciona entre as grandes editoras brasileiras, e é líder de mercado no segmento de livro de bolso. O que faz com que tenhamos muito para comemorar.

Pois é na esteira dessa comemoração, para registrar essa vontade de lançar o novo, que estamos inovando mais uma vez. A partir dessa segunda-feira, 15 de março, o site pioneiro da L&PM estará novo – de novo. Além da mudança no design, de notícias, sinopses de livros e biografias, vamos inaugurar o Blog da L&PM e a primeira WebTV de uma editora no Brasil. O Blog será um espaço em que pretendemos expor o cotidiano do nosso trabalho e publicar idéias, comentários e mensagens de nossos amigos, autores e leitores. A Web TV, que entra no ar já na segunda-feira, é um projeto piloto que deverá se consolidar e ganhar novos programas a partir do início de abril. Lá, você encontrará os autores da editora falando sobre sua vida e obra, além de vídeos relacionados com o nosso trabalho, entrevistas, curiosidades e tudo o que tem a ver com cultura em geral. Mais uma vez – a exemplo dos livros de bolso – os nossos colegas vão ter que correr atrás. E o beneficiado será sempre o leitor. A idéia é essa.

Novo desenho do site e estreia da WebTV movimentam início de março

terça-feira, 23 fevereiro 2010

A partir do dia 1° de março os frequentadores do site da L&PM terão uma surpresa bem agradável: o espaço ganhará nova roupagem, mais moderna e organizada. Para os curiosos, podemos adiantar que o atual layout do blog em muito lembra o futuro design do site…

Martha Medeiros, Moacyr Scliar (durante conversa com Ivan Pinheiro Machado), Duca Leindecker e David Coimbra já gravaram programas na WebTV

Com o novo desenho estreia também a L&PM WebTV, um canal de vídeos com programação estritamente cultural e cujo foco será, claro, a literatura. As gravações de depoimentos de escritores já estão adiantadas e após um pequeno período experimental a TV contará com uma grade de programação fixa e atualizações diárias.  Em breve postaremos mais novidades aqui no blog!