Arquivo de dezembro, 2019

“J’accuse”, novo filme de Roman Polanski

sexta-feira, 27 dezembro 2019

Desde que foi apresentado na competição do Festival de Veneza, em setembro passado, quando saiu com o Grande Prêmio do Júri, que novo filme de Roman Polanski tem sido algo de grande expectativa e polêmica. E mesmo sob novas acusações de assédio, negadas pelo diretor, parece não haver dúvida de que se trata de um ótimo filme e de um grande sucesso já que em menos de 15 dias desde sua estreia na França ele já foi visto por mais de um milhão de espectadores. “J’accuse!” conta a história do célebre caso Dreyfus, um oficial do exército, judeu, vítima de uma armação política e injustamente condenado por alta traição. O filme ainda não tem data para chegar às salas de cinema do Brasil.

Para saber mais sobre o Caso Dreyfus, nada melhor do que ler J’accuse! A verdade em marcha, de Émile Zola, e publicado na Coleção L&PM Pocket. Em 13 de janeiro de 1898, Zola tornou pública a sua opinião sobre o caso numa carta aberta ao presidente da França que acabou virando um livro. A obra tornou-se uma ode à liberdade de expressão e aos direitos humanos.

Jaccuse

Estrelando: Martha Medeiros

terça-feira, 10 dezembro 2019

Comigo no cinema – Reflexões depois do The End é o livro que Martha Medeiros autografa na terça-feira, 10 de dezembro, na PocketStore Livraria em Porto Alegre. Para conhecer um pouco mais sobre o livro leia a matéria de Alexandre Lucchese publicada no Segundo Caderno do Jornal Zero Hora.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

“O velho marinheiro”, de Alcy Cheuiche, na Revista do Clube Naval

segunda-feira, 9 dezembro 2019

A Revista do Clube Naval número 391 traz uma matéria sobre o livro O velho marinheiro: a história de vida do Almirante TamandaréNo livro, Alcy Cheuiche impressiona por sua capacidade em recriar fatos e ambientes, não só em diferentes lugares do Brasil, como também na Inglaterra, França, Uruguai, Ar­gentina, Paraguai, colocando sangue nas veias de tantos personagens, sem nunca desviar-se do curso verdadeiro da História. E, para isso, contou com o apoio irrestrito da Marinha do Brasil, que lhe deu acesso a todos os documen­tos para consulta e lhe proporcionou o suporte logístico necessário para a recriação dos mínimos detalhes da trajetória do Almirante que é o patrono da Marinha do Brasil.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

“Emma”, de Jane Austen, ganha nova adaptação para o cinema

quinta-feira, 5 dezembro 2019

Emma Woodhouse é uma jovem rica e inteligente, que mora com seu pai e não tem pretensões de se casar tão cedo. Ela adora dar uma de cupido, tentando juntar casais que, entre seus conhecidos, ela considera que combinam. Emma é bem imaginativa e teimosa e acaba causando muitas confusões, inclusive na sua própria vida amorosa.

Considerada o história mais cômica escrita por Jane Austen, Emma, de 1816, foi a última obra da escritora inglesa publicada em vida. Apresentando a mais independente das heroínas de Austen, traz as qualidades magistrais que transformariam seus livros em grandes clássicos da literatura universal: a leveza perspicaz da comédia de costumes, a voz narrativa única, a engrenagem primorosa do enredo, a comicidade dos diálogos e a observação arguta sobre o espaço da mulher num mundo masculino.

E a boa notícia é que Emma ganhou uma nova adaptação para o cinema com a jovem estrela Anya Taylor-Joy no papel principal (de Fragmentado e A Bruxa). No Reino Unido, o lançamento está previsto para 14 de fevereiro, mas no Brasil a gente só sabe por enquanto que é em 2020. Mas o trailer legendado já foi divulgado:

Emma é publicado na Coleção L&PM Pocket.