Arquivo de agosto, 2019

Escritor mais vendido da França terá livros publicados pela L&PM

terça-feira, 27 agosto 2019

“Com 259.004 cópias vendidas em pouco mais de um mês, no período de 1º de julho a 18 de agosto, Guillaume Musso é o autor mais lido do verão”, disse um porta-voz da editora Calman-Levy em comunicado divulgado recentemente pela agência de notícias francesa AFP. De acordo com o semanário “Livres Hebdo”, Guillaume Musso ocupa o primeiro lugar entre os 20 livros mais vendidos entre todos os gêneros como ficção, não-ficção, exotéricos, auto-ajuda etc com a edição de bolso de “La jeune fille de la nuit”. Seu mais recente romance, A Vida Secreta dos Escritores também está no Top 20 (em 17º lugar) e ocupa o primeiro lugar há 20 semanas no ranking do gênero romance (excluindo bolsos).

Guillaume-Musso-Chang-joo

Desde o seu lançamento em abril, este romance vendeu mais de 511.000 cópias, de acordo com o seu editor. Só em 2018 Guillaume Musso vendeu mais de 1,6 milhão de exemplares de seus livros. Ficou curioso para ler? Pois já está no forno e será lançado em setembro pela L&PM Editores o livro Um apartamento em Paris. Para completar, no começo de 2020, chegará no Brasil, também pela L&PM, o seu mais recente livro, A Vida Secreta dos Escritores.

Um apartamento em Paris é um thriller de muita ação, que parte de um equívoco, quando duas pessoas totalmente diferentes alugam o mesmo apartamento por um erro da imobiliária. Neste endereço morou um grande pintor, recém falecido. A história se desenvolve num ritmo frenético e envolve assassinatos, romance, obras de arte valiosíssimas e culmina num final totalmente inesperado. Musso é um mestre na arte de narrar e prender seus milhares de leitores da primeira à última página.

Vem aí, um lançamento do autor mais vendido da França

Vem aí, um lançamento do autor mais vendido da França

Clique aqui para saber mais e ler um trecho de Um apartamento em Paris.

 

O trailer de “Adoráveis mulheres”, filme baseado no livro de Louisa M. Alcott

sexta-feira, 16 agosto 2019

Elas são quatro jovens irmãs determinadas a viver cada uma da sua maneira. Meg, Jo, Beth e Amy são as irmãs March e dão vida a Mulherzinhas (Little Women), livro de Louisa May Alcott considerado autobiográfico. Publicado originalmente em 1868, nos EUA, Mulherzinhas teve sucesso imediato de crítica e público.

A obra já foi adaptada algumas vezes para cinema, mas agora, um novo filme, com um elenco estrelar, está sendo produzido e terá estreia no Brasil em 2020. Ele terá o título de Adoráveis mulheres e na direção está Greta Gerwig (a mesma de Lady Bird). Entre as atrizes, estão Eliza Scanlen como a tímida Beth, Saoirse Ronan como a impulsiva Jo, Emma Watson como a madura Meg e Florence Pugh como a precoce caçula Amy. No elenco, ainda estão Laura Dern como a mãe das meninas e Meryl Streep como tia March.

Veja o trailer que foi divulgado recentemente:

A L&PM publica Mulherzinhas na Coleção L&PM Pocket.

O maior poço do mundo

quarta-feira, 14 agosto 2019

Por Marco Antônio Pinheiro Machado*

Poucos brasileiros sabem que o nosso território não se restringe apenas aos tradicionais limites geográficos que aprendemos na escola. A chamada “Amazônia Azul”, com 5,7 milhões de quilômetros quadrados (67% da área do Brasil), margeando o nosso litoral sob o Oceano Atlântico, é território brasileiro. Uma região onde o mar alcança profundidades que ultrapassam 2.000 metros. Fruto de trabalho de décadas liderado pela Marinha Brasileira em parceria com a Petrobras, que detém o conhecimento deste subsolo, logramos total soberania e exclusividade de exploração econômica, em pleito reconhecido pela ONU. A Amazônia Azul é repleta de recursos naturais (minerais e pescado), sendo uma das pérolas deste tesouro a imensa reserva de petróleo do Pré-sal. Desde a descoberta do Campo de Tupi em 2006 a Petrobras vem confirmando volumes que podem garantir a nossa auto-suficiência por séculos. O turbilhão de problemas políticos, econômicos e éticos que levaram o país à beira de um precipício nos últimos anos tem produzido uma “cortina de fumaça” encobrindo a divulgação de significativas conquistas capazes de melhorar a auto-estima do nosso povo, tão atordoado por administrações abiloladas que agora colocam em risco nossa democracia e sobretudo nossa soberania econômica. Um marco destas conquistas foi a recente perfuração de um certo poço em outro campo de petróleo do Pré-sal (Campo de Búzios), onde a Petrobras opera integralmente, sem parceiros internacionais. Trata-se do poço com maior produtividade do mundo atualmente, e talvez de todos os tempos, no âmbito da indústria do petróleo. Uma façanha digna de figurar no Guiness Book. O volume de petróleo que é extraído deste poço (65 mil barris por dia, medidos no dia 27 de julho de 2019) poderia abastecer sozinho um país como o Uruguai, por exemplo. Este resultado não é apenas uma “dádiva da natureza”, mas fruto da excelência e árduo trabalho de brilhantes gerações de geólogos e engenheiros brasileiros. Para saber mais a respeito dos fatos que levaram a esta conquista leia o livro Pré-sal: a saga. A história de uma das maiores descobertas mundiais de petróleo.

*Marco Antônio Pinheiro Machado, autor de Pré-sal: a saga (L&PM, 2018), é geólogo aposentado da Petrobras, onde trabalhou por 37 anos. Participou dos estudos sobre o pré-sal na Bacia de Santos de 2001 a 2014.

pre_sal_a_saga

Uma viagem espacial com o cãozinho mais amado dos quadrinhos!

quarta-feira, 7 agosto 2019

No dia 7 de agosto, quarta-feira, o pequeno Snoopy vai sair dos quadrinhos e aterrissar no McLanche Feliz! Dessa vez, em uma missão especial com a NASA. Isso porque, nesse ano, são comemorados os 50 anos da chegada do homem à Lua! Para que essa data não passe em branco, os amantes de Mc Donald’s poderão escolher entre 10 brinquedos do cãozinho aventureiro em diferentes módulos espaciais. Tem de tudo: foguete, satélite, e até uma simpática miniatura que faz moonwalk!

snoopy

Por que Snoopy foi escolhido  para essa missão?

Recentemente, foi encontrado um módulo lunar denominado Snoopy, perdido em maio de 1969, que fazia dupla com o veículo Charlie Brown na missão Apollo 10.

snoopysatelite

A função de Snoopy era levar as pessoas até a superfície da Lua e trazê-las de volta para a Terra. Após o teste, que durou aproximadamente oito dias, os astronautas da missão chegaram a pouco mais de 15 quilômetros da superfície Lunar, porém sem tocá-la. Na volta da equipe para o módulo que orbitava a lua, Snoopy foi descartado, sem intenção real da NASA de recuperá-lo.

No entanto, em junho de 2019, um grupo de astrônomos liderado por Nick Howes, afirmou ter encontrado o módulo. Algo que possuía uma chance entre 235 milhões de acontecer!

Em cada brinquedo são disponibilizados pequenos cartões com informações sobre cada um dos modelos representados e como funcionam.

Os brinquedos estarão disponíveis para a compra separada também, no valor de, aproximadamente, R$ 13,00.

 

A L&PM publica a turma de Charlie Brown em vários formatos.  

Peça de Hilda Hilst publicada pela L&PM estreia na Casa da Luz em São Paulo

segunda-feira, 5 agosto 2019

Estreia quarta-feira, 7 de agosto, no Teatro Centro Cultural Casa da Luz em São Paulo, o espetáculo do grupo Teatro da Vértebra: O Verdugo, peça escrita por Hilda Hilst. Esta encenação integra um projeto de pesquisa do grupo sobre dramaturgas que escreveram durante regimes ditatoriais. Em seu texto, Hilda aborda temas como relações de poder, empatia e intolerância e apresenta a história de um executor que decide defender a vida de um homem acusado de incitar a desordem e a revolta popular. Ao recusar as ordens e o sentido do seu trabalho, ele enfrenta também as consequências de se posicionar diante do que acredita ser injusto. A pesquisa do grupo, que passa também pela investigação das pontes entre as ditaduras do Brasil e Argentina, tem ainda como objetivo, olhar para a própria produção cultural e dramatúrgica brasileira no contexto dos regimes ditatoriais, estimulando o debate e a valorização desse patrimônio histórico para o país.

O Verdugo é publicado na Coleção L&PM Pocket juntamente com outra peça de Hilda: A morte do patriarca.

O VERDUGO

 

SERVIÇO

O que: “O Verdugo” com o Grupo Teatro da Vértebra

Quando: Quartas-feiras – 7, 14 e 21 de agosto

Onde: Teatro da Luz,  Rua Mauá, 512 – Centro Histórico de São Paulo

Quanto: R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia-entrada e lista amiga) – Aceita cartão de débito