Posts Tagged ‘Filipe II’

Alexandre, o disputado

terça-feira, 16 agosto 2011

Suposta estátua de Alexandre, O Grande em Skopje, capital da Macedônia

O embate político entre gregos e macedônios, que já dura 20 anos, ganhou um novo foco de conflito: uma estátua de Alexandre, O Grande em Skopje, capital da Macedônia. Todo mundo sabe que o famoso imperador nasceu na Macedônia, mas com o novo arranjo territorial e político da região, a cidade de Pella, berço de Alexandre, ficou na parte grega do território.

Aliás, desde a independência da República da Macedônia, os gregos têm um pé atrás com a escolha (nada original) do nome do novo país, pois temem que os novos vizinhos reivindiquem o restante do território homônimo que continua sob domínio grego.

Mas voltando ao assunto: para todos os efeitos, Alexandre, O Grande é grego. E sendo assim, não há razão para uma homenagem desta dimensão (a estátua tem 22 metros de altura!) em território macedônio, certo? Mais ou menos. Os macedônios, por sua vez, tiram o corpo fora e garantem que a estátua não representa o nobre imperador, mas “apenas um guerreiro a cavalo”, sem identidade definida.

Ficou o dito pelo não dito – ou melhor, o feito pelo não feito. Mas o mais controverso é que a construção do monumento em questão faz parte de um grande esforço governamental para renovar a cidade de Skopje, capital da República da Macedônia, que inclui entre outras obras, a construção de uma estátua do rei Filipe II, pai de Alexandre. Suspeito, no mínimo.

Uma grande exposição para Alexandre, o grande

quinta-feira, 3 fevereiro 2011

Assim como Alexandre, ela será grande. Na verdade, a maior exposição arqueológica sobre o tema já apresentada fora da Grécia. De 7 de abril a 29 de agosto, no Ashmolean Museum, o museu de arte e arqueologia da Universidade de Oxford, acontecerá a mostra “Heracles to Alexander the Great” que colocará diante do público mais de 500 objetos, muitos deles frutos de escavações recentes feitas em Aegae, a antiga capital da Macedônia. É uma magnífica variedade de relíquias que incluem coroas de ouro finamente esculpidas e objetos encontrados nas tumbas do poderoso rei Filipe II, pai de Alexandre e de Alexandre IV, filho do grande conquistador. Além de esplêndidas jóias, poderão também ser vistos vários bustos que, aos contrário dos rostos idealizados pelo período clássico ateniense, mostram sobrancelhas franzidas, rugas e linhas de rosto marcadas. “A Macedônia de Filipe II é a terra natal do retrato realista” disse o Dr. Ageliki Kottaridi, curador da exposição e diretor das escavações em Aegae. Entre as cabeças esculpidas, está um conjunto de terracota em tamanho natural de impressionante realismo que, de acordo com Kottari, é “absolutamente único”. Na tumba de Filipe II foram encontrados ainda diversos adornos femininos que provavelmente pertenceram à princesa trácia Meda de Odessa, uma de suas esposas. Há uma coroa de ouro que, segundo as palavras do curador é “uma das obras-primas da exposição”. Digamos que já é um ótimo motivo para programar uma viagem à Oxford quando for primavera por lá.   

Quer saber mais sobre o assunto? A L&PM publica Vidas paralelas: Alexandre e César,  o clássico livro em que Plutarco traça um paralelo entre o invencível grego e o poderoso romano, revelando a primeira biografia de Alexandre, aquela que deu origem a todas as outras. Na série Encyclopaedia,  você também encontra Alexandre, o grande.