Alexandre, o disputado

Suposta estátua de Alexandre, O Grande em Skopje, capital da Macedônia

O embate político entre gregos e macedônios, que já dura 20 anos, ganhou um novo foco de conflito: uma estátua de Alexandre, O Grande em Skopje, capital da Macedônia. Todo mundo sabe que o famoso imperador nasceu na Macedônia, mas com o novo arranjo territorial e político da região, a cidade de Pella, berço de Alexandre, ficou na parte grega do território.

Aliás, desde a independência da República da Macedônia, os gregos têm um pé atrás com a escolha (nada original) do nome do novo país, pois temem que os novos vizinhos reivindiquem o restante do território homônimo que continua sob domínio grego.

Mas voltando ao assunto: para todos os efeitos, Alexandre, O Grande é grego. E sendo assim, não há razão para uma homenagem desta dimensão (a estátua tem 22 metros de altura!) em território macedônio, certo? Mais ou menos. Os macedônios, por sua vez, tiram o corpo fora e garantem que a estátua não representa o nobre imperador, mas “apenas um guerreiro a cavalo”, sem identidade definida.

Ficou o dito pelo não dito – ou melhor, o feito pelo não feito. Mas o mais controverso é que a construção do monumento em questão faz parte de um grande esforço governamental para renovar a cidade de Skopje, capital da República da Macedônia, que inclui entre outras obras, a construção de uma estátua do rei Filipe II, pai de Alexandre. Suspeito, no mínimo.

Tags: , , , , , ,

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios