Posts Tagged ‘Rum: diário de um jornalista bêbado’

“Rum: diário de um jornalista bêbado” estreia em abril

quinta-feira, 15 março 2012

Quem já conhece a fórmula de sucesso Johnny Depp + Hunter Thompson pode começar a contar os dias, pois Rum: diário de um jornalista bêbado já tem data para estrear no Brasil: 20 de abril. Desta vez, o ator vive o repórter alcoólatra Paul Kemp, que tem várias semelhanças com o próprio Hunter Thompson, como é de praxe nos protagonistas de seus romances. Além de jornalista e bêbado, Paul Kemp se mete em várias enrascadas por causa de mulheres. Quem leu, sabe do que estamos falando!

Mas se você ainda não leu, dá tempo de conhecer a história até o dia 20 (pode começar lendo um trecho aqui). Por ora, dá uma olhada no trailer:

Um repórter como nenhum outro

quinta-feira, 16 fevereiro 2012

No dia do Repórter, 16 de fevereiro, lembramos de Hunter Thompson, jornalista cujas matérias deram origem ao gonzo jornalismo. Norte-americano nascido em Kentucky, Hunter Stockton Thompson inovou na forma e no conteúdo de suas reportagens. Mergulhando dentro de cada uma de suas pautas, acompanhado de muito álcool e turbinado por alguma substância ilícita, ele criou um jeito próprio de escrever que o elevou à categoria de celebridade “Cult”.

Hunter Thompson em seu "escritório"

A criação do estilo gonzo aconteceu quase que por acidente, numa tentativa de orbitar entre o mundo do novo jornalismo de Tom Wolfe e Gay Talese e as liberdades ilusórias poéticas de William Burroughs e Jack Kerouac. Gonzo designa um estilo de grande reportagem marcada pela participação do jornalista no âmago da reportagem, cuja redação é feita em primeira pessoa, com uso de sarcasmo e digressões, onde é muito difícil diferenciar ficção e realidade.

“Se os praticantes do Novo Jornalismo seguiam uma série de regras e se mantinham fiéis ao mais elementar dos paradigmas jornalísticos (a distância entre o observador e o que é observado), Thompson queria transpor a barreira essencial que o separava da ficção: o compromisso com a verdade. Também chamado de jornalismo fora-da-lei, jornalismo alternativo e cubismo literário, o gênero inventado por Thompson tinha sua força baseada na desobediência de padrões e no desrespeito das normas estabelecidas, o que contribuiu para que o seu criador logo se tornasse um dos principais ícones da contracultura. Enquanto Truman Capote esmiuçava os mais secretos pormenores de um assassinato com pretensa neutralidade, Thompson foi morar durante dezoito meses com os Hell’s Angels para fazer de sua própria experiência um raio-x preciso de uma das mais perigosas gangues de motoqueiros dos Estados Unidos. Foi o jornalista Bill Cardoso quem cunhou o termo gonzo em uma carta que escreveu ao amigo: ‘Eu não sei que porra você está fazendo, mas você mudou tudo. É totalmente gonzo’. Segundo Cardoso, a palavra originou-se da gíria franco-canadense gonzeaux, que significaria algo como ‘caminho iluminado.’.” escreveu sobre Hunter Thompson o jornalista André Czarnobai, o Cardoso.

Hunter Thompson incorporou e adotou o termo gonzo pouco antes de aceitar cobrir uma corrida no deserto de Nevada, para a revista Sports Illustrated. Em um conversível vermelho, ele partiu para Las Vegas na companhia de seu advogado, um samoano nada confiável. O resultado dessa aventura cercada de viagens alucinantes e alucinógenas acabou virando seu principal livro: Medo e Delírio em Las Vegas.

Dele, a Coleção L&PM Pocket publica ainda Rum – Diário de um jornalista bêbado, seu único livro de ficção. Mas que, claro, é baseado na sua própria experiência como jornalista e… bêbado.

Johnny Depp proibido para menores

quinta-feira, 27 outubro 2011

Todo mundo sabe que os livros de Hunter Thompson não são lá muito apropriados para menos de 18 anos, por fazer constantes referências a bebedeiras e drogas ilícitas. Mas a fama do escritor acabou respingando também no ator Johnny Depp, que está a mil com a divulgação do novo filme The Rum Diary, baseado no livro de Thompson, e que estreia nos Estados Unidos no próximo fim de semana.

Durante o Festival de Cinema de Austin, no Texas, o ator foi ignorado pelas afiliadas da rede de televisão ABC que cobriam o evento. O motivo? A rede ABC pertence à Walt Disney Company, que é também a responsável pela franquia do filme Piratas do Caribe, com o mesmo Johnny Depp no papel principal. Além do “tom não recomendado” para menores, a Disney teme que o novo personagem de Depp ofusque o consagrado Jack Sparrow, protagonista de Piratas do Caribe.

Mas pelo jeito isso não afetou a divulgação de Rum Diary, que já está sendo aguardado há tempos por uma legião de fãs (inclusive nós!).  Esta já é a segunda vez que Johnny Depp leva a obra de Hunter Thompson para o cinema. Em 1998, ele fez o papel de um jornalista bêbado e drogado (senão não seria Hunter Thompson) em Medo e delírio em Las Vegas.

Enquanto The Rum Diary não chega aos cinemas do Brasil, aproveite para ler Rum: diário de um jornalista bêbado, o mais recente título de Hunter Thompson na Coleção L&PM Pocket.

Um filme embebido em Rum

segunda-feira, 29 agosto 2011

Rum: Diário de um jornalista bêbado, de Hunter S. Thompson, já tem data de estreia nos cinemas. Dia 28 de outubro, The Rum Diary chega às salas dos EUA com Johnny Depp no papel principal e roteiro e direção de Bruce Robinson. O primeiro trailer foi divulgado na semana passada e nós fizemos uma versão legendada para você não perder nenhuma “piada”. Aliás, pelo que deu pra perceber neste trailer, a proposta é quase de uma película cômica. A pergunta que fica no ar é o que Hunter Thompson acharia desta adaptação de Rum, já que, em janeiro de 2001, ele enviou um furioso fax para a produtora executiva do Shooting Gallery (estúdio que havia comprado os direitos de filmagem de Rum, mas que acabou falindo), reclamando do processo de adaptação do livro. Será que dessa vez ele não reclamaria de nada?

Hunter Thompson acabou morrendo sem ver Rum nas grandes telas. Mas Johnny Depp, que era seu amigo, com certeza há de honrar sua memória.

“Abri um sorriso e me recostei no assento enquanto seguimos viagem. Havia algo de estranho e irreal em toda a atmosfera daquele mundo onde eu acabara indo parar. Era divertido e ao mesmo tempo vagamente depressivo. Ali estava eu, vivendo em um hotel de luxo, correndo por uma cidade semilatina a bordo de um carrinho de brinquedo que parecia uma barata e fazia mais barulho do que um avião de caça, me esgueirando por becos e trapando na praia, catando comida em águas infestadas de tubarões, sendo perseguido por multidões que gritavam em um idioma que não era o meu… e tudo isso acontecia na velha e fascinante ilha de Porto Rico, onde todos gastavam dólares americanos, dirigiam carros americanos e ficavam sentados ao redor de roletas, fingindo estar em Casablanca.” (Trecho de Rum: diário de um jornalista bêbado)

De Hunter S. Thompson, a L&PM publica também Medo e delírio em Las Vegas e Hell´s Angels.

O furioso fax de Hunter S. Thompson

quinta-feira, 12 maio 2011

No dia 22 de janeiro de 2001, Hunter S. Thompson enviou um fax para Holly Sorenson, a produtora executiva de cinema indie do estúdio Shooting Gallery – que havia adquirido os direitos de filmagem de  Rum: diário de um jornalista bêbado (Rum Diary), de Thompson. O processo para dar o start no filme mostrou-se lento e confuso e, lá pelas tantas, o escritor explodiu. Não adiantou… No final daquele ano, o estúdio faliu e Thompson acabou morrendo sem ver Rum adaptado para as grandes telas.

Alguns anos depois, outra produtora adquiriu os direitos e o filme agora está quase pronto, com Johnny Depp no papel principal. Abaixo, uma foto do fax e, a seguir, uma livre tradução do seu furioso conteúdo.

O furioso e desbocado fax que Hunter S. Thompson enviou à produtora de "Rum Diary"

Querida Holly

Okay, sua cadela preguiçosa, tô ficando cheio dessa encheção de linguiça desmiolada que você está fazendo com Rum Diary.

Nós não estamos nem mesmo dando uma largada agressiva. É como se todo projeto tivesse virado um daqueles zumbis que moram em caixas de papelão embaixo da Freeway de Hollywood…. Eu pareço ser a única pessoa que está fazendo alguma coisa pra que este filme exista. Eu já cerquei Depp, Benicio Del Toro, Brad Pitt, Nick Nolte & um ótimo roteirista da Inglatera chamado Michael Thomas, que é um garoto muito esperto com o qual até agora tem sido um prazer conversar e conspirar…

Então aqui está a porra desse seu Script & tudo o que você tem que fazer agora é agir como uma profissional & pagá-lo. O que diabo você pensa que é fazer um filme? Ninguém precisa mais ficar ouvindo essa lenga-lenga sobre o seu novo Mercedes ou sobre as suas viagens para esquiar & quão irreparavelmente falida a Shooting Gallery se encontra. Se você está tão cagada de pobre deveria se mandar do negócio do cinema. Isso aqui não é um lugar para Amadores & Diletantes que não querem fazer nada além de almoços de negócios & gastar o tempo de pessoas sérias.

Foda-se tudo isso. Nós temos um bom escritor, nós temos o elenco principal já escolhido & temos um filme bastante comercializável que nem vai ser tão difícil assim de fazer…

E você não passa um maldita “aspone”, fazendo sugestões estúpidas & dando palpite furado aqui e ali como se fosse uma menininha mais ou menos brilhante, mas sem dinheiro, sem energia & sem foco, exceto nas suas próprias tetas… Eu tô de saco cheio de ficar ouvindo sobre Cuba & os japoneses & os seus parceiros de yo-yo que querem mudar a história porque a violência deixa eles fartos.

Merda pra eles. Eu prefiro lidar com um olho do cu vivo do que com um verme morto sem luz nos olhos… Se vocês não querem fazer nada com esse filme, abram mão da opção & eu vou falar com outras pessoas. A única coisa que vocês vão conseguir por ficarem se enrolando em posição fetal é ódio e constrangimento intermináveis e a única coisa que vocês não terão é diversão…

Okay, essa é a minha explosão de hoje. Vamos ver se ela faz alguém tomar alguma atitude. E se você não fizer algo RÁPIDO você vai destruir uma ótima ideia e eu tô pronto pra decepar a porra das suas mãos.

R.S.V.P.

(Signed)

HUNTER

Cc:

Depp

Benicio

M. Thomas

Nolte

Shapiro

Rum em dose dupla

segunda-feira, 4 abril 2011

Prepare-se para duas doses especiais de Rum: diário de um jornalista bêbado, de Hunter Thompson. A primeira vem em formato pocket, já que a L&PM prepara o lançamento do título para breve. A segunda é “The Rum Diary”, filme baseado no livro e que traz Johnny Depp no papel principal. E vale lembrar que não é a primeira vez que Depp encarna um jornalista bebum saído de um livro de Thompson. No filme Medo e delírio em Las Vegas, ele literalmente entrou na pele de Hunter Thompson, assumindo sua careca, sua barriga e sua personalidade pra lá de maluca. Dessa vez, no entanto, as imagens revelam um Depp bem mais charmoso, vivendo Paul Kemp, jornalista que vai trabalhar em Porto Rico e, claro, acaba se metendo em muitas e alcoolizadas confusões. Em tempo: além de fã de Hunter Thompson, Johnny Depp era bem amigo do escritor que é considerado o pai do Gonzo Jornalismo.

De Hunter Thompson, a L&PM publica Medo e delírio em Las Vegas e Hell´s Angels. Rum: diário de um jornalista bêbado está previsto para chegar entre final de abril e início de maio. Leia aqui um trecho do primeiro capítulo.

De Hunter Thompson para Johnny Depp

sexta-feira, 30 julho 2010

O Ricardo Lombardi encontrou três vídeos em que o astro Johnny Depp lê algumas cartas que recebeu de Hunter Thompson. A adaptação para o cinema de Medo e delírio em Las Vegas, uma das obras mais conhecidas do polêmico escritor norte-americano, foi protagonizada por Depp, que agora já trabalha também na adaptação de Rum: diário de um jornalista bêbado. Tanto o lançamento do longa quanto o lançamento do livro pela Coleção L&PM Pocket estão previstos ainda para 2010.

Mais Hunter Thompson na coleção de bolso e no cinema

segunda-feira, 21 junho 2010

A L&PM acaba de lançar Medo e delírio em Las Vegas, e, ainda para esse ano, estão previstos mais dois títulos do gonzo jornalista Hunter Thompson. Primeiro, Hell’s Angels, que deve chegar à Coleção POCKET em setembro, e Rum: diário de um jornalista bêbado, em dezembro.
Rum… irá também ao cinema. O lançamento está previsto ainda para 2010, nos Estados Unidos. No elenco está Johnny Depp, que volta às telas em mais uma adaptação de Thompson (ele foi o protagonista da versão cinematográfica de Medo e delírio) .
Os trailers ainda não estão disponíveis, mas já algumas fotos já estão por aí, como essa aí embaixo:


Via Trabalho Sujo