Imprensa britânica aplaude “On the road”

O filme “Na estrada” de Walter Salles estreou no início do mês em Londres e já conquistou aplausos da imprensa britânica, como nas críticas que saíram nos The Guardian e The Telegraph.

Trabalhando com um maravilhoso diretor de fotografia, o francês Eric Gautier, Salles invoca uma “twilit America” onde o ímpeto de viajar é uma dor, um vício, uma espécie de loucura. Sumir do mapa é uma tentação para estes jovens sem raízes, entediados com as opções convencionais de vida. É claro que a mitologia em torno de Kerouac pode ser um fardo para quem não entra nessa onda e eu sempre me achei, de certa forma, imune a tudo isso. Mas este tratamento sedutor e honesto do filme me provou que eu estava errado. (Tim Robey do jornal The Telegraph – leia na íntegra aqui)

Philip French, do jornal The Guardian, abre seu texto sem deixar dúvidas sobre o que achou do filme: “Depois de anos de produção, a adaptação de Walter Salles do clássico beat de Jack Kerouac é ousado, afetado e essencialmente triste.” (leia na íntegra aqui)

Pra quem ainda não leu On the road, a L&PM preparou uma edição especial do livro com o cartaz do filme “Na estrada” na capa.

Para quem perdeu o filme nos cinemas brasileiros, breve ele deve chegar em DVD.

Tags: , , , , , , ,

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios