Posts Tagged ‘Wendy’

Canções para Wendy

quarta-feira, 26 janeiro 2011

Wendy… Impossível pronunciar este nome sem pensar em Peter Pan. E a ligação não é à toa: antes de J. M. Barrie criar a história do menino que jamais cresceria, Wendy era raramente usado para batizar as menininhas recém nascidas. Originário do nome galês Gwendydd (pronunciando-se Gwen-deeth), o nome escolhido por Barrie tornou-se tão popular que, ainda hoje, é fácil encontrar “Wendys” nas listas telefônicas do mundo, principalmente na Inglaterra. Músicas em homenagem à Wendy também não faltam. Talvez você nunca tenha percebido, mas na canção On With the Show dos Rolling Stones, lá está ela no meio da letra: “Your hostess here is Wendy, you’ll find her very friendly, too”. David Bowie também a homenageou na música All the Young Dudes em um verso que diz: “Wendy’s stealing clothes from unlocked cars”. Bruce Springsteen menciona a amiga de Peter em Born to run: “Wendy, let me in, I wanna be your friend”. E Prince refere-se à garotinha Wendy no refrão de Kiss: “Yes, on I think I wanna dance / Gotta, gotta / Little girl Wendy´s parade / Gotta, gotta, gotta”. E não é só nas letras que ela está presente. Muitas são as músicas que já trazem Wendy no título. Só para citar algumas: Wendy do The Beach Boys, Wendy Time do The Cure, Wake Up Wendy de Elton John (o cantor também faz menção à Wendy na canção Goodbye Marlon Brando) e Tomorrow Wendy, música de Andy Prieboy que ganhou fama ao ser entoada pelo Concrete Blonde. Mesmo melancólica, e tendo como refrão “Tomorrow Wendy is going to die” (Amanhã Wendy está indo morrer), vale a pena ouvir a bela canção. No clipe abaixo, Andy Prieboy canta com Johnette Napolitano.

Peter e Wendy seguido de Peter Pan em Kensington Gardens acaba de ser lançado pela Coleção L&PM POCKET.

A verdadeira história do menino que nunca cresce

quinta-feira, 13 janeiro 2011

“Todas as crianças crescem, exceto uma.” Assim Sir James Matthew Barrie começa uma das histórias infanto-juvenis mais belas e conhecidas do mundo ocidental. A ideia de um menino que nunca crescia, que vivia na Terra do Nunca e era perseguido por piratas liderados por “Gancho” foi inspirada nos irmãos Peter, George e Jack Llewelyn Davies, seus vizinhos. Em 27 de dezembro de 1904, a peça Peter Pan estreou em Londres e foi imediatamente um sucesso. Em 1906, Barrie publicou Peter Pan em Kensington Gardens (este texto é, originalmente, o trecho de um romance que ele começara a escrever em 1902 com o nome de The Little White Bird) e, em 1911, transformou sua peça em um romance chamado Peter e Wendy. Em 2004, o filme “Em busca da Terra do Nunca” contou a história de Barrie e sua relação com a família Llewelyn Davies, tendo Johnny Depp no papel principal. Mas tão emocionante quanto assistir ao filme (se você ainda não assistiu, corra para a locadora e prepare-se para chorar com ele) é ver as imagens que o site http://www.jmbarrie.co.uk/ disponibiliza. São 1026 fotos que mostram os garotos Llewelyn nas brincadeiras que inspiraram Barrie. E é de lá, também, que veio este vídeo, na verdade um slide show, montado sobre algumas dessas cenas. Lindo!

A Coleção L&PM POCKET acaba de publicar PETER PAN – Peter e Wendy seguido de Peter Pan em Kensington Gardens com nova tradução.