Barack Obama também recomenda “Sapiens”

Depois de Bill Gates e de Mark Zuckerberg contarem que leram e que adoraram o livro Sapiens (publicado no Brasil pela L&PM), é a vez de Barack Obama indicar a obra de de Yuval Noah Harari. Foi em uma entrevista à revista Wired de novembro que o presidente dos EUA indicou seus livros preferidos. Leia abaixo o trecho:

Prepare-se para arranjar 89 horas para as leituras essenciais recomendadas pelo presidente Obama

Relatórios de serviços de inteligência, documentos secretos, esboços de discursos – o presidente Obama não pode partilhar os detalhes da sua lista de leitura diária do Salão Oval. Mas Obama, um dos maiores oradores da política moderna, foi influenciado por grandes autores desde muito antes de receber passe livre do serviço de segurança nacional. Na nossa edição de novembro, o presidente deu à Wired um curso intensivo sobre os livros que influenciaram sua formação.

Como todas as diligentes pessoas de sucesso, nós levamos a sério nossa lição de casa. Então, calculamos quanto tempo você vai precisar para ler tudo da ementa do professor Obama. Estamos falando de 89 horas na companhia de grandes mentes como Abraham Lincoln, James Baldwin e Elizabeth Kolbert. Obama gosta de romances primorosos como Batalha incerta, de John Steinbeck, mas não se intimida diante de textos pungentes de não-ficção, como Sapiens: Uma breve história da humanidade, de Yuval Harari. E tem um fraco por biografias de grandes inovadores americanos, de Andy Grove a Martin Luther King Jr.

Claro, você sempre pode espaçar essas leituras num período maior de tempo. Mas você também poderia trabalhar na sua declaração de imposto de renda uma hora por semana e termina-la só lá por março. Então, da próxima vez que você tiver uma semana livre, ponha os pés para cima e dedique-se a seu seminário de literatura no Salão Oval. Nunca houve uma desculpa melhor para evitar conversas com a família estendida nas festas de final de ano; que comecem as leituras!

[...]

SapiensEm Sapiens, YuvalHarari escreve sobre inovadores de outro tipo. Muito antes dos chips de computador, nossos ancestrais Homo sapiens viveram uma revolução cognitiva, expandindo e colonizando o resto do mundo. Harari pontua os momentos significativos de mudança, desde as revoluções científicas e industriais até nossos experimentos modernos com a bioengenharia, que podem significar o fim do Homo sapienstal como existimos há 150 mil anos. Uma leitura obrigatória para qualquer humano – ou para qualquer aspirante a robô.

Tempo total de leitura: 6,5 horas

Como ler: Como um livro de cabeceira quando você precisar sentir um pouco de orgulho da espécie.

Obama também falou indicou seus livros preferidos em entrevista à CNN:

Tags: , ,

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios