Posts Tagged ‘O poço e o pêndulo’

Edgar Allan Poe em música

segunda-feira, 19 janeiro 2015

O Arctic Monkeys cita Edgar Allan Poe em sua música You’re so Dark, no trecho onde diz: “You got your H.P. Lovecraft, your Edgar Allan Poe” (“Você tem o seu H.P. Lovecraft, o seu Edgar Allan Poe”):

- A canção The Poet and The Pendulum, do Nightwish, é inspirada no conto “O Poço e o Pêndulo de Poe“:

Em I am the Walrus, dos Beatles, Poe é mencionado no trecho: “Man, you should have seen them kicking Edgar Allan Poe” (algo como “Cara, você devia ter visto eles chutando Edgar Allan Poe”):

O Green Day também citou Poe em sua música St. Jimmy, do álbum American Idiot. Em um trecho da música, o vocalista, Billie Joe, canta: “I am the son of a bitch and Edgar Allan Poe” (“Eu sou um filho de uma puta com Edgar Allan Poe”):

A banda Nox Arcana lançou um álbum inteiro sobre Poe que se chama Shadow of the Raven. Todos os títulos das músicas são referências a títulos ou trechos da obra do escritor:

Outra banda que também fez um álbum inteiro inspirado em Poe foi a The Alan Parsons Project que lançou, em 1976, o álbum chamado Tales of Mystery and Imagination, título de uma coletânea de contos do autor.

O Iron Maiden tem uma música chamada Murders In The Rue Morgue (Assassinatos na Rua Morgue):

A música How The Story Ends, da banda Five Iron Frenzy, é altamente inspirada no poema The Raven (O Corvo). Na verdade, a letra usa frases inteiras do poema de Poe:

Lou Reed gravou uma leitura do poema The Raven ao som de música instrumental, que integra seu álbum de mesmo nome:

Lou Reed também gravou uma música chamada Edgar Allan Poe:

Edgar Allan Poe dá o maior cartaz

terça-feira, 7 outubro 2014

165 anos após a sua morte, Edgar Allan Poe segue sendo o grande mestre das histórias de terror e mistério. Adorado por muitos leitores, foi influência para outros tantos escritores. Conan Doyle, Agatha Christie e G. K. Chesterton, por exemplo, beberam na sua fonte e nunca negaram que eram seus admiradores. Roteiristas e diretores de cinema também aproveitaram suas tramas sinistras para causar arrepios na plateia. Nos anos 30, Bela Lugosi e Boris Karloff eram os principais atores dos filmes. Já na década de 60, Vincent Price tornou-se a grande estrela das aterrorizantes cenas saídas dos livros de Poe.  Dê só uma olhada nos cartazes das adaptações dos contos de horror que estão nos livros da Coleção L&PM Pocket:

"Assassinatos na Rua Morgue", de 1932 com

“Assassinatos na Rua Morgue”, de 1932 com Bela Lugosi

Filme de 1934 com Bela Lugosi e Boris Karloff

Filme de 1934 com Bela Lugosi e Boris Karloff

"O corvo", também com a dupla Karlof e Lugosi

“O corvo”, também com a dupla Karloff e Lugosi

Uma das mais famosas histórias de Edgar Allan Poe em filme de 1960

Uma das mais famosas histórias de Edgar Allan Poe em filme de 1960

"O poço e o pêndulo", uma história que está no livro "A carta roubada e outras histórias de crime e mistério", publicado pela L&PM

“O poço e o pêndulo”, uma história que está no livro “A carta roubada e outras histórias de crime e mistério”, publicado pela L&PM. O filme de 1961 é com Vincent Price

Filme de 1964

Filme de 1964 também com Vincent Price