Posts Tagged ‘E não sobrou nenhum’

Agatha Christie On Demand

segunda-feira, 22 janeiro 2018

Que tal assistir a filmes baseados em obras de Agatha Christie sem sair da poltrona? A Casa Torta, por exemplo, já está disponível no NOW que oferece conteúdo exclusivo aos assinantes da NET.

A adaptação do livro homônimo de Agatha Christie, publicado pela L&PM (em formato convencional, pocket e e-book), foi adaptado para o cinema por Julian Fellowes, o criador da série Downton Abbey. Entre os atores principais estão Glenn Close, Gillian Anderson, Terence Stamp e Christina Hendricks.

Já o Globo Sat Play oferece aos seus assinantes a primeira temporada da série E não sobrou nenhum, baseada em um dos livros mais famosos da Rainha do Crime e também a série Sócios no Crime que traz aventuras dos detetives Tommy e Tuppence.

“O caso dos dez negrinhos” por Martha Medeiros

quinta-feira, 10 março 2016

(Crônica publicada no livro Montanha Russa que acaba de chegar em uma nova e linda edição)

Se existe uma culpada pela minha quedinha por romances policiais, acuso: chama-se Agatha Christie. Foi através de seus Assassinato no Expresso OrienteCipreste triste O caso dos dez negrinhos que me rendi ao gênero e que mais tarde aprendi a gostar também de Patricia Highsmith, outra dama da literatura de suspense. Pois um amigo que mora na Alemanha e com quem troco correspondência virtual me informa que a revista Der Spiegel noticiou que os herdeiros da escritora decidiram proibir a utilização do título O caso dos dez negrinhos nas futuras reedições. Esse título é ofensivo, uma vez que negro é uma palavra pejorativa, argumentaram eles. A partir de agora o romance se chamará E não sobrou nenhum.

E não sobrou nenhum livro com o título "O caso dos dez negrinhos"

E não sobrou nenhum livro com o título “O caso dos dez negrinhos”

Com todo respeito: é levar demasiadamente a sério essa febre do politicamente correto. Se a moda pega no Brasil, alguns livros poderão sofrer rebatizados semelhantes. O Navio negreiro, de Castro Alves, e a lenda do nosso Negrinho do pastoreio poderão entrar na mira dos defensores de um vocabulário menos ultrajante e virar Navio com passageiros de cor O afro-americaninho do pastoreio. Clássicos como A moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo, e O mulato, de Aluísio Azevedo, com sorte, escaparão ilesos.

Esse não precisa mudar... ufa.

Esse vai escapar… ufa.

É bom lembrar que a lista de termos considerados incorretos não se restringe às classificações de raça. Notas de um velho safadode Charles Bukowski, poderá se transformar em Notas de um indivíduo de idade avançada com atenção fortemente voltada para o sexo, e a obra-prima de José Saramago, Ensaio sobre a cegueira, poderá trazer em suas novas edições o título Ensaio sobre o desprovimento de capacidade visual.

Será que o velho safado vai ter que mudar?

Será que o velho safado terá que se comportar melhor?

A gente poderia ficar aqui até amanhã se divertindo com essas traduções. Não nego (do verbo negar) que a expressão negrinho só é simpática para nominar aquele doce também conhecido como brigadeiro, pois ele tem um oponente, o branquinho, e assim ninguém se sente diminuído. Até pode ser que a troca do título de um livro ajude a melhorar as relações entre pessoas de raças diferentes, vá saber. Mas, sinceramente, acho uma forçação de barra, uma patrulha que cada vez mais nos enquadra num comportamento padronizado e  nos impede de ser politicamente alegres e sem ranço.

Livro mais famoso de Agatha Christie em nova série da BBC

terça-feira, 14 julho 2015

“E não sobrou nenhum” (que originalmente se chamava “O caso dos dez negrinhos”), de Agatha Christie, é considerado por muitos críticos como o melhor romance policial de todos os tempos. Pois eis que agora ele vai virar uma nova série da BBC. O mistério que intrigou centenas de milhões de leitores do mundo inteiro ganhará uma adaptação televisiva dividida em três partes, escrita pela premiada roteirista Sarah Phelps.

O elenco, considerado ilustre, traz, entre seus nomes, três atores que estiveram em Game of Thrones: Charles Dance (Twin Lannister), Noah Taylor (Locke, o cara que cortou a mão de Jaime Lanniester) e Burn Gorman (O “corvo” malvadão Karl).

Na história, dez pessoas que não se conhecem são convidadas a irem até a mansão da Ilha Soldado. Lá chegando, descobrem que os generosos (e misteriosos) anfitriões não se encontram presentes. Quando uma das pessoas morre, todos percebem que alguém entre eles pode ser um assassino. Os dez estranhos (bem estranhos, aliás) incluem um playboy irresponsável, um conceituado juiz, um mercenário inescrupuloso, uma solteirona carola, um general altamente condecorado, entre outros.

Sobre a série, Mathew Prichard, neto de Agatha Christie, disse: “Estou tão animado (…) Minha avó ficaria encantada ao saber que uma nova geração será capaz de desfrutar de E não sobrou nenhum quando a história for ao ar pela BBC.”

No Reino Unido, a série será lançada ainda em 2015 para coincidir com o 125º aniversário de Agatha Christie, mas a estreia mundial acontece só em 2016.

Os dez atores da nova série da BBC, uma adaptação do mais famoso livro de Agatha Christie

Os dez atores da nova série da BBC, uma adaptação do mais famoso livro de Agatha Christie

O romance foi lançado em 1939 e, em 1943, a própria Agatha Christie adaptou sua história para o formato de peça teatral. E por falar nisso, em setembro, está prevista a chegada justamente desta adaptação em um pocket L&PM que vai se chamar “E não sobrou nenhum e outras peças”.

A Série Agatha Christie L&PM já está chegando aos 90 títulos. Veja aqui!

 

Famosa história de Agatha Christie vai estrear nos palcos brasileiros

quarta-feira, 17 dezembro 2014

“O caso dos dez negrinhos” – que agora é chamada em livro de “E não sobrou nenhum” -, uma das mais famosas histórias de Agatha Christie, vai estrear em São Paulo no dia 9 de janeiro. A direção geral é de Rafael Mallagutti, que também assina a tradução do texto, e a temporada vai até 22 de fevereiro às sextas, sábados e domingos às 20h no Teatro Brigadeiro.

Segundo o diretor, esta não é simplesmente uma adaptação, mas a tradução fiel da peça que a própria Agatha Christie criou para a Broadway a partir de sua história. Na peça, a escritora alterou o final de “O caso dos dez negrinhos”.

Quem estiver em São Paulo nesse período e quiser conferir a peça, a dica é comprar o ingresso antecipado que está com mais de 50% de desconto.

“E não sobrou nenhum” será lançado na Coleção L&PM Pocket em meados de 2015.

O caso dos dez negrinhos peca 2