A última viagem de Robert Louis Stevenson

A luz intermitente das tochas de 200 samoanos cortava o caminho que levava a um dos lados do Monte Vaea, Upolu, Samoa. Enquanto isso, outros cavavam uma sepultura no topo. Pelo caminho íngreme, com o estandarte do barco Casco sobre ele, ía o caixão, levado na altura dos ombros dos homens mais poderosos do lugar. Depois que Robert Louis Stevenson foi colocado para descansar no cume do Vaea, o chefe Samoa proibiu o uso de armas de fogo na montanha. Assim, as aves não seriam perturbadas e poderiam cantar sobre seu túmulo.

A cerimônia de adeus a Robert Louis Stevenson, no alto do Monte Vaea, no dia 3 de dezembro de 1894

Robert Louis Stevenson chegara em Samoa em 26 de junho de 1888 a bordo do Casco. Com ele, foram sua esposa, sua mãe e uma empregada francesa. A viagem, que tinha como objetivo tratar a saúde do escritor, deveria durar alguns meses. Mas acabou se transformando em um exílio voluntário que se prolongou até o momento de sua morte, por hemorragia cerebral, em 3 de dezembro de 1894. Stevenson tinha apenas 44 anos e deixou uma obra inacabada: Weir of Hermiston. 

O barco Casco, a escuna que levou Robert Louis Stevenson a Samoa

De Robert Louis Stevenson, a L&PM publica A Ilha do Tesouro O médico e o monstro na Coleção L&PM POCKET e também na Série Ouro - Clássicos do Horror.

Tags: , , , ,

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Leandro Guimarães, LePM Editores. LePM Editores said: #blog A última viagem de Robert Louis Stevenson http://bit.ly/gWFROr #Stevenson #samoa [...]

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios