Exposição em Londres marca centenário de William Burroughs

Está em cartaz até 30 de março em Londres a exposição Talking Shots, com mais de 100 fotos de William Burroughs. Além de escritor, o  autor de Naked lunch e O gato por dentro também tinha a fotografia, a pintura e as armas entre suas paixões. O título da exposição, inclusive, brinca com o duplo significado da palavra “shots”, que significa “tirar fotos” e também “atirar”. No caso de Burroughs, “shot” também tem relação com a pintura: para fazer seus quadros, ele posicionava uma lata de tinta em frente à tela em branco e atirava na lata, de modo ela estourasse e espalhasse a tinta sobre a tela.

Diferente de outras ocasiões em que as fotografias de Burroughs foram expostas, desta vez elas são tratadas de forma bem particular, tentando explorar como e porque ele utilizava esta linguagem para se expressar. Uma das curadoras da mostra, Patricia Allmer, disse em entrevista ao Estadão: “Houve algumas mostras menores das fotografias de Londres de Burroughs, e algumas de suas fotos foram exibidas anteriormente como parte do espectro amplo de seu interesse visual. Mas Taking Shots é a primeira exposição a tratar sua fotografia como fotografia”.

foto_burroughs

John Giorno na mira de W. Burroughs em 1965

William Burroughs nasceu em 5 de fevereiro de 1914, há exatos 100 anos, e a mostra Talking Shots, que vai até 30 de março no The Photographers’ Gallery (16-18 Ramillies Street), faz parte das comemorações do centenário do escritor.

Tags: ,

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios