Morte de Max foi inspirada em livro de Agatha Christie

Que a trama de Avenida Brasil está cheia de elementos literários, todo mundo já percebeu. Mas além das obras clássicas que Tufão (Murilo Benício) leu ao longo da trama, livros policiais também serviram de inspiração para o autor.

João Emanuel Carneiro revelou ao blog da Patrícia Kogut que se inspirou no livro Assassinato no Expresso do Oriente“, de Agatha Christie, para escrever a morte de Max (Marcello Novaes). Na obra, várias pessoas esfaqueiam a vítima, mas apenas uma dá o golpe mortal.

Segundo o autor, a resolução do crime de Avenida Brasil será bem semelhante:

- Todos os suspeitos terão um motivo para cometer o crime. Mas só um terá dado o golpe fatal.

Via blog Noveleiros, publicado no site do jornal Diário Gaúcho.

Tags: , , , , , , ,

  1. claudia disse:

    Quem escreveu essa tolice nunca leu Agatha Christie. Pelo menos não o autor da novela, pois o Assassinato no expresso Oriente não é assim e nem foi assim na novela.

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios