Ariadne Oliver, o alter ego de Agatha Christie

Ariadne Oliver é mais do que uma personagem presente em alguns livros da Rainha do Crime. Ela é, na verdade, considerada seu alter ego. Mrs. Oliver é uma escritora de meia-idade, bem-sucedida, criadora de histórias policiais e de um detetive estrangeiro (como Poirot), o finlandês Sven Hjerson. Ela tem horror a jantares literários, não suporta fazer discursos e não gosta de escrever com outros autores. No livro Cartas na mesa, em que é personagem, a escritora criada por Agatha Christie está escrevendo um romance policial chamado Um corpo na biblioteca – título que foi aproveitado pela própria Agatha para um livro que ela lançou anos mais tarde – e que é publicado na Coleção L&PM Pocket.

As semelhanças de pensamento entre criador e criatura são impressionantes e não resta dúvida de que, muitas vezes, quando Mrs. Oliver fala, é a voz de Agatha Christie que se ouve. A escritora personagem também funciona como um alívio cômico das histórias, pois ao tentar ajudar o amigo Hercule Poirot, muitas vezes usa a “intuição feminina” e chega a conclusões erradas.

Abaixo, os livros em que Ariadne Oliver aparece. A L&PM já publica todos:

O detetive Parker Pyne (de 1934)
Cartas na mesa (de 1936)
A morte da Sra. McGinty (de 1952)
A extravagância do morto (de 1956)
O cavalo amarelo (de 1961)
A terceira moça (de 1966)
A noite das bruxas (de 1969)
Os elefantes não esquecem (de 1972)

Hercule Poirot e Ariadne Oliver na famosa série da BBC que explora os mistérios de Agatha Christie. A atriz Zoë Wanamaker é quem dá vida ao alter-ego da Rainha do Crime

Hercule Poirot e Ariadne Oliver na famosa série da BBC que explora os mistérios de Agatha Christie. A atriz Zoë Wanamaker é quem dá vida ao alter-ego da Rainha do Crime

 

Tags: , , ,

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios