Bukowski no Dia da Ressaca

28 de fevereiro é o Dia da Ressaca no Brasil (se você souber o porquê, nos conte). Em homenagem a todos aqueles que já passaram por esse sentimento de “cabeça pesada no dia seguinte”, aqui vai um poema de um dos maiores especialistas no assunto: o bom e velho Charles Bukowski.

buk_bebendo2

Conselho amigável para muitos jovens

Vá para o Tibet.
Monte em um camelo.
Leia a bíblia.
Pinte seus sapatos de azul.
Deixe a barba crescer.
Dê a volta ao mundo numa canoa de papel.
Assine The Saturday Evening Post.
Mastigue apenas com o lado esquerdo da boca.
Case-se com uma perneta e se barbeie com uma navalha.
E entalhe seu nome no braço dela.
Escove os dentes com gasolina.
Durma o dia inteiro e suba em árvores à noite.
Seja um monge e beba chumbo grosso e cerveja.
Mantenha sua cabeça dentro d’água e toque violino.
Faça uma dança do ventre diante de velas cor-de-rosa.
Mate seu cachorro.
Concorra à prefeitura.
Viva num barril.
Rompa sua cabeça com uma machadinha.
Plante tulipas sob a chuva.

Mas não escreva poesia.

(De Bukowski – Textos Autobiográficos)

Tags: , ,

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios