Posts Tagged ‘Eduardo Moscovis’

“Um bonde chamado desejo” lidera indicações ao Prêmio Shell de Teatro

terça-feira, 21 julho 2015

A 28ª edição do Prêmio Shell de Teatro de São Paulo divulgou nesta segunda-feira, 20 de julho, os indicados do primeiro semestre de 2015.

O espetáculo “Um Bonde Chamado Desejo” lidera a lista, com quatro indicações: direção (Rafael Gomes), atriz (Maria Luisa Mendonça), cenário (André Cortez) e figurino (Fause Haten).

Em cartaz no Teatro Tucarena até 2 de agosto, a peça vem recebendo muitos elogios, principalmente a atuação de Maria Luisa no papel de Blanche Dubois. Leia a resenha do jornalista Dirceu Alves Jr. da Veja São Paulo:

De tempos em tempos, um espetáculo perdura na memória do público como uma experiência vivida. O ano de 2015, na sua exata metade, já desponta com um forte candidato a esse time cada vez mais seleto. Sob a direção de Rafael Gomes, Maria Luisa Mendonça protagoniza o drama de Tennessee Williams (1911-1983) na pele de Blanche Dubois. Enigmática, falida e em estado de permanente delírio, ela é uma professora obrigada a morar de favor na casa da irmã, Stella (a atriz Virginia Buckowski). Por lá, uma batalha repleta de tensão sexual é travada pelo cunhado, Stanley Kowalsky (interpretado por Eduardo Moscovis), que decide investigar o passado renegado por ela. O que se vê no Tucarena é uma leitura arrebatadora e atemporal de uma história escrita em 1947. Seja na trilha sonora, com referências de George Gershwin, Beirut e Amy Winehouse, ou no cenário de André Cortez, que coloca um chiqueiro de madeira, como simbologia do cortiço onde vivem os personagens, circundado por um trilho, a montagem transmite contemporaneidade. Na mesma sintonia, Moscovis foge do estereótipo do brutamonte e constrói um antigalã amargurado pela vida, enquanto Virginia imprime segurança na doçura de Stella e Donizeti Mazonas, como o amigo de Kowalsky, é econômico na medida certa. A base para o sucesso, no entanto, se apoia na visceral representação de Maria Luisa. Em um transe permanente, a atriz descarta ficar limitada ao recorrente glamour e humaniza Blanche, valorizando a cada cena sua solidão e a óbvia sensação do fracasso. Fabrício Licursi, Fernanda Castello Branco e Matheus Martins completam o elenco. Estreou em 5/6/2015. Até 2/8/2015. (Dirceu Alves Jr.)

Maria Luisa Mendonça em cena na peça "Um bonde chamado desejo". Foto: João Caldas

Maria Luisa Mendonça em cena na peça “Um bonde chamado desejo”. Foto: João Caldas

SERVIÇO

O que: “Um bonde chamado desejo” – Direção de Rafael Gomes
Duração: 110 minutos
Recomendação: 14 anos
Onde: Teatro Tucarena – Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes – SP / Fone: (11) 3670-8455
Quando: Até 2 de agosto – Sexta 21h30min; domingo 18h.
Quanto: Sexta R$ 50,00 – Sábado e domingo R$ 70,00

A L&PM publica Um bonde chamado desejo na Coleção L&PM Pocket.