Posts Tagged ‘Boccaccio’

Reconhece esta tela?

quarta-feira, 5 agosto 2015
Paula ao lado da obra “Boccace lisant le Decameron à la reine Jeanne de Naples" (1949)

Paula ao lado da obra “Boccace lisant le Decameron à la reine Jeanne de Naples” (1949)

A obra do artista belga Gustaf Wappers retrata o escritor Giovanni Boccaccio lendo Decameron para a rainha Joana de Nápoles – e ilustra a capa da edição de Decameron publicada pela L&PM Editores.

Decameron, de Giovanni Boccaccio

Decameron, de Giovanni Boccaccio

Concluído entre 1348 e 1353, Decameron teve um enorme impacto sobre a história da literatura europeia, servindo como a inspiração para todo o gênero literário e também para as artes. Na tela de Wappers, o nome de Boccaccio e o título de sua obra mais famosa podem ser vistas nas páginas do pergaminho em seu colo.

A tela original foi adquirida em 2001 pelo Musée Fin-de-Siècle Museum, de Bruxelas, onde está exposta atualmente. Paula Taitelbaum, escritora e coordenadora do Núcleo de Comunicação L&PM, esteve na cidade e fez o registro.

Woody Allen à moda italiana

sexta-feira, 1 julho 2011

Antes do seu encontro com os estudantes, Woody Allen posa ao lado da foto da atriz italiana Anna Magnani

Depois de Paris, a Itália é o próximo destino de Woody Allen. “Bop Decameron” começa a ser filmado no dia 11 de julho em Roma e Lazio. Para alegria dos fãs, o diretor fará novamente parte do seu próprio elenco e atuará ao lado de nomes como Ellen Page (de Juno), Jesse Eisenberg (de Facebook), Alec Baldwin, Penélope Cruz e os italianos Roberto Benigni e Ornella Muti. Semana passada, vestindo calça bege e chapeuzinho verde, junto com uma pequena equipe de colaboradores, Allen percorreu alguns pontos turísticos para escolher as locações do filme. Segundo a imprensa italiana, ele ficou bastante interessado no Capitólio e em um “gueto judeu” localizado no centro de Roma. Como o título indica, “Bop Decameron” será livremente inspirado em “Decamerão” de Boccaccio. Woody Allen ficará na Itália até o final de agosto quando as filmagens serão concluídas. Há uma semana atrás, ele visitou o Centro Experimental de Cinematografia, onde aconselhou os jovens alunos a deixarem de lado as regras e seguirem seu instinto. Mas parece que, em “Bop Decameron”, além do “feeling”, Allen também usará sua vontade de prestar uma homenagem a Fellini e outros grande diretores italianos. Pelo menos foi isso o que ele falou há um tempo atrás.

Mas enquanto o novo filme não chega, além de assistir a “Meia-noite em Paris” (em cartaz em todo os Brasil), os amantes da sétima arte “woodyalleniana” podem aproveitar seu estilo nos livros da Coleção L&PM POCKET.