Obra de Van Gogh feita em Arles voltará a ser exibida depois de 100 anos

A bela HQ Vincent – A história de Vincent Van Gogh foi criada pela artista holandesa Barbara Stok. O livro em quadrinhos começa com Van Gogh indo morar em Arles, no sul da França em 1888.

E eis que esta semana, a notícia de uma obra de Van Gogh que foi pintada em Arles está chamando a atenção do mundo depois de mais de um século longe dos olhares do público. Segundo o jornal britânico “The Guardian”, a pintura “Le Moulin d’Alphonse Daudet à Fontvieille”, que foi exposta pela última vez na Alemanha em 1910, voltará a ser exibida depois de ficar escondida em coleções particulares da Europa.

Recentemente, o quadro foi atestado como sendo realmente de Van Gogh. O que levou pesquisadores britânicos a esta conclusão foram dois números manuscritos que estavam rabiscados atrás da tela e que são quase imperceptíveis. Eles correspondem precisamente aos números de duas listas elaboradas pela cunhada do pintor, Johanna, esposa de Theo, que cuidou da obra de Vincent após sua morte.

“Le Moulin d’Alphonse Daudet à Fontvieille” retrata videiras de um verde vívido que levam até um moinho de vento que está com suas pás quebradas. A investigação sobre a autenticidade desta obra foi conduzida por James Roundell e Simon Dickinson, especialistas do mercado de arte, que contaram com a colaboração com o Museu Van Gogh, de Amsterdã (que também apoiou o livro de Barbara Stok).

“Le Moulin d’Alphonse à Fontvieille” será exibido nesta sexta-feira 13 (!) na abertura da Feira de Arte TEFAF Maastricht, na Holanda. A obra foi avaliada em cerca de 10 milhões de dólares.

“Le Moulin d’Alphonse Daudet à Fontvieille”, de Vincent Van Gogh

“Le Moulin d’Alphonse Daudet à Fontvieille”, de Vincent Van Gogh

O mês de  julho de 2015 marca os 125 anos da morte de Van Gogh e a L&PM prepara uma nova edição de Cartas a Theo.

 

Tags: , ,

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios