Um manuscrito inédito de Charlotte Brontë

Depois de uma campanha para arrecadação de fundos, a Brontë Society finalmente conseguiu comprar o manuscrito com o texto “L’Amour Filial” escrito em francês por Charlote Brontë, por volta de 1840.

Portrait of Charlotte Bronte

O manuscrito fazia parte de uma coleção particular até dezembro do ano passado, quando foi descoberto pela Brontë Society. O teste de caligrafia comprovou a autenticidade do manuscrito, que preenche os dois lados de uma única folha e fala sobre o amor dos filhos por seus pais de forma dramática. Segundo a jovem Charlotte (ela tinha algo em torno de 20 anos quando escreveu o texto) “um filho que trata seu pai sem amor é como um assassino aos olhos de Deus”. Para os estudiosos da obra de Charlotte Brontë, este texto confirma a devoção e o profundo respeito que a autora tinha por seu pai, já que perdeu a mãe aos 5 anos de idade.

A L&PM está preparando uma surpresa para os fãs da autora: no segundo semestre, será lançada uma edição de Jane Eyre, o romance mais célebre de Charlotte Brontë, na Coleção L&PM Pocket.

via The Guardian

Tags:

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios