Cauã Reymond e “O anticristo” de Nietzsche

Cauã Reymond chegou bem-humorado a uma gravação da novela “Avenida Brasil”, na tarde desta sexta-feira, 27, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O ator, o Jorginho da  trama, levava em punho um livro da Coleção L&PM Pocket,   “O anticristo“, do filósofo alemão Nietzsche. Qual será o papel do livro na trama, só vendo a novela pra descobrir.

“O anticristo” é uma das mais afiadas análises de que o cristianismo já foi objeto. Nele,  Nietzsche mostra como o cristianismo – ao qual chama de maldição – é a vitória dos fracos, doentes e rancorosos sobre os fortes, orgulhosos e saudáveis, persuadindo e induzindo a massa por meio de ideias pré-fabricadas.

Tags: , , ,

  1. Rody Cáceres disse:

    Bah, eu não vou ver aquela porcaria de novela só para descobrir a importância dessa grande obra numa trama da Rede Globo. Por se tratar da Globo, provavelmente o livro não terá importância alguma na coisa toda.
    Nietzsche na Globo é o fim…
    Cauã Reymond no blog da L&PM é complicado…

    • Paula Taitelbaum disse:

      Oi Rody! Você não acha que está sendo um pouco preconceituoso? Justamente por aparecer na novela outras pessoas, que nunca ouviram falar desta grande obra, pode se sentir estimuladas a conhecê-la. Não seja tão radical… Estimular a leitura sempre é válido! :-) Bjs

      • Rody Cáceres disse:

        Aê, Paulinha! Pode ser, mas tenho minhas dúvidas. Num país onde a Teologia da Prosperidade ascende vertiginosamente, o que levaria a Globo a expor uma obra como essa? Não vejo a novela ( e não vou ver), mas creio que esse personagem vai morrer rapidinho eeheheheh! Ou, no mínimo, é um desajustado social ou coisa parecida. ahauhuahu!
        Nietzsche nas escolas, então.
        Preconceituoso, eu? Só se for preconceito contra a Globo kkkkk.

        P.S.: Paula, cadê o livro novo? Uma poeta como você (jovem e representativa) não pode ficar muito tempo sem lançar.

        Abraços!

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios