Arsène Lupin seduziu até os japoneses

O charme, elegância e bom-humor de Arsène Lupin, o célebre personagem criado por Maurice Leblanc, há mais de 100 anos vem seduzindo não apenas leitores como cinéfilos do mundo inteiro. A primeira película que se tem notícia com o “ladrão de casaca” foi feita em 1908. A partir de então, ele foi filmado, legendado e dublado nos mais diferentes idiomas. E um dos países que se mostrou apaixonadíssimo pelo personagem foi o Japão. Desde 1923, com o filme “813 – Rupimono”, os japoneses investem em produções próprias que contam as aventuras de Arsène Lupin. A mais recente delas foi lançada no ano passado e chama-se “Lupin no Kiganjo”.

O primeiro Arsène Lupin japonês, de 1923, foi dirigido por Kenji Mizoguchi

Não basta ser japones, tem que ser psicodélico: cartaz do filme "Lupin the third: strange psychokinetic Strategy" de 1974

"Lupin no Kiganjo", de 2011, é o mais recente filme japonês com o personagem de Maurice Leblanc

Agora só falta você se deixar seduzir por ele. Depois de 30 anos fora do Brasil, Arsène Lupin acaba de voltar à ativa (e às livrarias) em Ladrão de casaca (Coleção L&PM Pocket).

Tags: , ,

  1. Guilherme Nascimento disse:

    Esse “Lupin the third: strange psychokinetic Strategy” na verdade é um filme baseado no manga sobre o neto do Arsène Lupin original. Seria uma boa se o selo de mangas da editora lançasse as aventuras de Lupin III, hã?

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios