Enquanto isso, na terra de Hagar…

Nos trópicos é champanhe bem geladinha. Mas lá onde a neve cai gelando até a alma, o pessoal têm o costume de preparar o “Glögg” em suas festas de final de ano. E essa tradição não é de hoje nos países nórdicos da Europa. Já nos tempos de Hagar, o Horrível, a bebida era servida quente ou, para os mais calorentos, na temperatura ambiente. As receitas variam, mas normalmente levam vinho tinto, açúcar, canela em pau, cravo da índia, semente de cardamomo e casca de laranja. No final é só “completar” com vinho do porto, conhaque ou vodka. Qual dessas três você acha que Hagar colocou no seu Glögg?

As tirinhas acima foram tiradas de O melhor de Hagar, o horrível vol. 2.

Tags: , , ,

  1. Ronan disse:

    Eu pensei logo naquele energético, mas deve ter sido Vodka uhauhuauhauu

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios