Posts Tagged ‘Nobel da Paz’

Vai em paz, Liu Xiaobo

quinta-feira, 13 julho 2017

Morreu nesta quinta-feira, 13 de julho, Liu Xiaobo, Prêmio Nobel da Paz de 2010, autor de Não tenho inimigos, desconheço o ódio, publicado pela L&PM Editores.

Liu Xiaobo, professor, intelectual e dissidente chinês, cumpria uma pena de 11 anos de prisão por “subversão” desde 2009, depois de ter sido um dos autores de um texto que defendia a democracia na China. Ele tinha sido liberado pelas autoridades chinesas para ser tratado em um hospital.

Xiaobo se torna o primeiro Nobel da Paz a morrer privado da liberdade desde o pacifista alemão Carl von Ossietzky, que faleceu em 1938 em um hospital quando estava detido pelos nazistas.

Mais cedo, nesta quinta, o o porta-voz da diplomacia chinesa Geng Shuang negou novamente os apelos internacionais para que o opositor recebesse tratamento no exterior. Na terça-feira, o Hospital Universitário Nº1 de Shenyang (nordeste da China) informou que Liu se encontrava “em estado crítico”. De acordo com o hospital, o paciente sofreu um choque séptico, uma infecção abdominal e foi submetido à diálise.

Ativistas chineses dos direitos humanos, no entanto, questionam os boletins médicos divulgados pelas autoridades e temem uma possível manipulação das informações.

“Como as autoridades controlam todas as informações relativas ao estado de saúde de Liu Xiaobo é difícil verificar a veracidade dos comunicados publicados pelo hospital na internet”, disse à AFP Patrick Poon, diretor chinês da Anistia Internacional.

nao_tenho_inimigos

O livro publicado pela L&PM Editores é uma coletânea de textos – pela primeira vez disponíveis em português – que revela não apenas um célebre dissidente, mas o mais intelectualmente vigoroso dos dissidentes chineses. Seus ensaios sobre política chinesa contemporânea, cultura, sociedade e movimento democrático, bem como seus poemas (escritos no cárcere), são mais que um atestado de coragem; são também reflexões cristalinas e exercícios de virtuosismo linguístico. Homem à frente de seu tempo, Liu Xiaobo representa aqui o melhor do pensamento chinês, finalmente acessível aos leitores de todo o mundo.

Morre Elie Wiesel, “a consciência do mundo”

domingo, 3 julho 2016

“A consciência do mundo”, assim o presidente dos EUA, Barack Obama, se referiu a Elie Wiesel, vencedor do Nobel da Paz em 1986 que faleceu neste sábado, 2 de julho, aos 87 anos. Sobrevivente do Holocausto, Elie escreveu 57 livros.

Em 1995, a L&PM Editores publicou no Brasil “Memória a duas vozes”, uma conversa entre ele e o ex-presidente da França François Mitterrand sobre o holocausto, a guerra, a liberdade e a democracia.

memoria_a_duas_vozes

É dia de Martin Luther King

segunda-feira, 21 janeiro 2013

Hoje, 21 de janeiro, os EUA está comemorando o Martin Luther King Jr. Day. Desde 1983, ficou decidido que toda terceira segunda-feira de janeiro seria feriado nacional em homenagem ao homem que pregou a não-violência e foi o principal porta-voz do movimento dos direitos civis dos negros. A data foi escolhida por ser próxima ao dia do nascimento de King, 25 de janeiro.

Este ano, o Martin Luther King Jr. Day coincide com o dia em que se festeja o início do segundo mandato de Barack Obama. Infelizmente, King não viveu o suficiente para ver um negro como presidente dos EUA. Mas, com certeza, sua luta pela igualdade de direitos civis ajudou a fazer com que esse dia chegasse.

Em setembro deste ano, a Série Biografias L&PM vai lançar “Martin Luther King”, livro de Alain Foix que conta a vida deste pensador, poeta e discípulo de Gandhi que recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964 e morreu assassinado em 4 de abril de 1968.

A capa original da biografia de Martin Luther King que será lançada este ano na Série Biografias L&PM