Posts Tagged ‘CCBB’

CCBB São Paulo apresenta filmes sobre a Geração Beat com preços populares

segunda-feira, 16 janeiro 2017

A mostra começou no dia 6 de janeiro, mas ainda tem bastante filme para aproveitar. Os filmes sobre a Geração Beat ficam em cartaz no Centro Cultural do Banco do Brasil de São Paulo até 29 de janeiro com preços entre 5 e 10 reais.

São curtas e longas-metragens. Confira a programação:

Segunda-feira, 16 de janeiro

17h30 – Jack Kerouac – O rei dos beats (Jack Kerouac – King of the Beats, John Antonelli, EUA, 1985, 78 min)

19h30 – Os subterrâneos da noite (The Subterraneans, Ranald MacDougall, EUA, 1960, 89 min)

filmes beats posters

 

Quarta-feira, 18 de janeiro

17h30 – Häxan: A Feitiçaria Através dos Tempos  (Häxan) – 92 min.

19h30 – Garota existencialista (Beat Girl, Edmond T. Gréville, Reino Unido, 1960, 89 min)

Quinta-feira, 19 de janeiro

17h30 – Uncle Howard

19h30 – American Road (Kurt Jacobsen e Warren Leming, EUA, 2013, 108 min)

Sexta-feira, 20 de janeiro

17h30 – Wild Combinations: A Portrait of Arthur Russell

19h30 – Próxima Parada: Bairro Boêmio (Next Stop, Greenwich Village) – 111 min.

Sábado, 21 de janeiro

15h – Jack Kerouac: King of the Beat

17h30 – Love Always, Carolyn

19h30 – Viagem Mágica

Domingo, 22 de janeiro

15h – Os Subterrâneos da Noite

17h30 – Sem Destino

19h30 – Almas Entorpecidas

Segunda-feira, 23 de janeiro

17h30 – Burroughs: The Movie

19h30 – William S. Burroughs: A Man Within

Quarta-feira, 25 de janeiro

17h30 – Curtas e médias 1 – 78 min.

19h30 – American Road

Quinta-feira, 26 de janeiro

17h30 – Curtas e médias  2 – 73 min.

19h30 – Drugstore Cowboy

Sexta-feira, 27 de janeiro

17h30 – Curtas e médias  3 – 74 min.

19h30 – Mistérios e Paixões

Sábado, 28 de janeiro

15h – Alma Corsária

17h30 – One Fast Move or I’m Gone: Kerouac’s Big Sur

19h30 – Big Sur

Domingo, 29 de janeiro

15h – Na Estrada (LEGENDAGEM DESCRITIVA)

17h30 – Garota Existencialista

19h30 – Os Beatniks

 

CURTAS que acompanham os longas:

Ah Pook Is Here (Philip Hunt, Alemanha, 1994, 6 min)

A propósito de Willer (Priscyla Bettim e Renato Coelho, Brasil, 2016, 18 min)

Ballad of the Skeletons (Gus Van Sant, EUA, 1997, 5 min)

The Beats: An Existential Comedy (Philomene Long, EUA, 1980, 36 min)

The Cut-Ups (Antony Balch, Reino Unido, 1966, 19 min)

The Discipline of D.E. (Gus Van Sant, EUA, 1982, 9 min)

Gang of Souls: A Generation of Beat Poets (Maria Beatty, EUA/França, 1989, 60 min)

The Japanese Sandman (Ed Buhr, EUA, 2008, 12 min)

Six ’55 (Ruth Du, EUA, 2011, 17 min)

Towers Open Fire (Antony Balch, Reino Unido, 1963, 10 min)

Visão 2013 para Roberto Piva (Priscyla Bettim, Brasil, 2013, 3 min)

William Buys a Parrot (Antony Balch, EUA, 1963, 2 min)

William S. Burroughs: An Animated Portrait (Brian Duffy, EUA, 2007, 2 min)

William S. Burroughs: The Possessed (Philip Weaver, EUA, 2015, 20 min)

Yelp: With Apologies to Allen Ginsberg’s ‘Howl’ (Tiffany Shlain, EUA, 2011, 3 min)

Em 2016 vai ter Van Gogh em São Paulo

quinta-feira, 21 janeiro 2016

Confirmado: Vincent Van Gogh e outros pintores pós-impressionistas ganharão exposição em São Paulo no primeiro semestre de 2016.

A mostra que acontecerá no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), será em parceria com o Museu Museu d’Orsay, de Paris, que vai ceder parte do acervo. O diretor do centro cultural, Tadeu Figueiró, relatou ao jornal Folha de S. Paulo que esta será uma continuação da exposição sobre os impressionistas que ocorreu em 2012.

A abertura está prevista – mas ainda não confirmada – para março e, além de Van Gogh, terá pinturas de Manet e Renoir. No entanto, a lista de obras selecionadas ainda não está fechada. Aguardaremos ansiosos!

Vincent Van Gogh em autorretrato feito em 1889

Vincent Van Gogh em autorretrato feito em 1889

Sobre este assunto, a L&PM publica livros sobre Van Gogh e também Impressionismo na Série Encyclopaedia.

Prepare-se: Picasso chega em março a SP

segunda-feira, 2 março 2015

Começa no dia 25 de março e vai até 8 de junho a exposição “Picasso e a Modernidade Espanhola”. A mostra que será apresentada no CCBB de São Paulo vai receber cerca de 90 obras que evidenciaram a influência de Pablo Picasso na arte moderna da Espanha.

Com curadoria de Eugenio Carmona, “Picasso e a Modernidade Espanhola” e as obras fazem parte do acervo do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía.

A exposição ficará aberta de quarta a segunda, das 9h às 21h e será totalmente grátis. Imperdível!

Picasso_facebook

A L&PM Editores publica uma elogiada biografia de Picasso na Coleção L&PM Pocket.

Kandinsky no Rio de Janeiro

sexta-feira, 30 janeiro 2015

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro inaugurou na quarta-feira (28) a exposição Kandinsky: Tudo Começa num Ponto. A mostra – que já esteve em Brasília e ainda vai percorrer duas capitais brasileiras – traz pela primeira vez ao país mais de uma centena de obras e objetos do artista, além de trabalhos de contemporâneos sob suas influências.

O acervo trazido ao Brasil tem como base a coleção do Museu Estatal Russo, de São Petersburgo, enriquecido com obras de sete museus russos e de colecionadores particulares da Alemanha, Áustria, Inglaterra e França. As referências culturais e espirituais que contribuíram para a transformação artística do pintor, como a arte popular do Norte da Sibéria e os rituais xamânicos, também ganham destaque na mostra.

“Diferentemente de outras exposições sobre Kandinsky, apresentadas pelo mundo, essa tem a característica de se centrar no surgimento dele como artista e de mostrar o período que vai desde o final do século 19 até as primeiras décadas do século 20”, explica o idealizador e diretor-geral da mostra, Rodolfo de Athayde. “É o período em que Kandinsky passa por um processo de evolução que o leva de um pintor representativo comum até a criação e consolidação da ideia da abstração”, acrescenta.

Os curadores, Evgenia Petrova (também diretora do Museu de São Petersburgo) e Joseph Kiblitsky, organizaram a exposição em cinco blocos. Os segmentos retratam as raízes da obra em relação à cultura popular e o folclore; o universo espiritual do xamanismo no Norte da Rússia; a primeira temporada de Kandinsky na Alemanha e sua experiência com o grupo Der Blaue Reiter (O Cavaleiro Azul); o diálogo do artista com a música, por meio de sua amizade com o compositor Schonberg e os caminhos abertos pela abstração.

“A exposição, portanto, cobre a etapa que consideramos, do ponto de vista criativo, a mais inquietante e produtiva do artista, que vai até 1922, quando ele parte para o exílio, primeiramente na Alemanha, depois na França”, enfatiza Athayde.

Do Rio, a exposição irá para o CCBB de Belo Horizonte, para visitação pública de 15 de abril a 22 de junho. De lá seguirá para São Paulo, com visitação agendada entre 19 de julho a 28 de setembro. A visitação no CCBB do Rio ocorrerá de quarta-feira a segunda, das 9h às 21h, com entrada grátis.

Kandinsky_Rio
Fica a dica para o final de semana.

A Alice de Salvador Dalí é sucesso no Rio

quarta-feira, 25 junho 2014

Mais de 150 mil pessoas já visitaram a exposição Salvador Dalí no Rio de Janeiro. Aberta desde 30 de maio no CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil, esta é a maior mostra já realizada sobre Dalí no Brasil e apresenta sua criação desde os anos 1920 até os últimos trabalhos. A exposição traz ao todo 150 obras, entre 29 pinturas, 80 desenhos e gravuras, filmes, fotografias e documentos do artista catalão. A ideia é a de que o visitante reconheça a evolução artística de Dalí e perceba as diferentes influências, os recursos técnicos, as referências ideológicas e os simbolismos usados em cada fase.

O universo onírico e provocante de Salvador Dalí ocupa 1000 m² do primeiro andar do CCBB-RJ. Entre as obras, há desenhos feitos por Dalí para ilustrar os livros Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes, e Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll.

Você tem até 22 de setembro para conferir de perto.

Alice na toca do coelho, uma das doze ilustrações que Dalí fez para a obra de Lewis Carroll

“Para baixo na toca do coelho”: uma das doze ilustrações que Dalí fez para a obra de Lewis Carroll

Clique aqui para ver todas as ilustrações de Dalí para Alice no País das Maravilhas.

SERVIÇO

O que: Exposição Salvador Dalí
Quando:
até 22 de setembro, de quarta a segunda, das 9h às 21h
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66, Centro, Rio de Janeiro (RJ)
Quanto: grátis
Mais informações: (21) 3808-2020

 

Nova virada impressionista

quarta-feira, 5 setembro 2012

Logo que inaugurou, a mostra “Paris e a Modernidade: Obras-Primas do Acervo do Museu d’Orsay de Paris, França” já causou impacto em São Paulo. Não apenas pelas obras apresentadas, 85 trabalhos vindos diretamente do acervo do Museu d’Orsay de Paris, mas também pela ideia de abertura: promover uma “virada impressionista” que manteve a exposição aberta durante uma madrugada inteira no CCBB paulista (Centro Cultural Banco do Brasil).

Agora, cerca de um mês após a abertura da mostra, o CCBB divulgou que uma nova virada vai acontecer na madrugada do dia 7 para o dia 8 de setembro. PAra completar, o horário de sexta, sábado e domingo foi estendido para até as 23 horas.

Monet, Renoir, Manet, Pissaro, Degas, Gauguin, Toulouse-Lautrec e Van Gogh são alguns dos artistas que fazem parte dessa exposição que já levou cerca de 100 mil pessoas ao CCBB.

Fila durante a noite, em frente ao CCBB de São Paulo, para ver a mostra dos impressionistas

SERVIÇO

O Que: Paris e a Modernidade: Obras-Primas do Acervo do Museu d’Orsay de Paris, França
Quando: De 4 de agosto a 7 de outubro
Horário: De terça-feira a quinta-feira, das 10h às 22h. De sexta-feira, das 10h às 23h. Sábados e domingos, das 8h às 23h.
Onde: CCBB – Rua Álvares Penteado, 112, Sé – São Paulo
Quanto: Grátis
Telefone: (11) 3113-3651 ou 3113-3652

Para quem quer saber mais sobre o assunto, a Série Encyclopaedia L&PM publica Impressionismo, um livro perfeito pra descobrir como tudo começou e quem eram os envolvidos neste movimento que revolucionou as artes.

Uma mostra impressionante

sexta-feira, 3 agosto 2012

Se você estiver em São Paulo neste final de semana e ainda não arrumou programa para a madrugada de sábado (dia 4) para domingo (dia 5), aqui vai uma dica maravilhosa: visitar o CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) e participar da “Virada Impressionista” para ver as 85 obras que vieram diretamente do acervo do Museu d’Orsay de Paris. Monet, Renoir, Manet, Pissaro, Degas, Gauguin, Toulouse-Lautrec e Van Gogh são alguns dos artistas selecionados.

A mostra reúne obras-primas dos pintores impressionistas e é dividida em seis módulos temáticos. Em “Paris: a Cidade Moderna”, “A Vida Urbana e Seus Autores” e “Paris é Uma Festa” ficam os retratos do cotidiano burguês da Cidade Luz e seu exato oposto, como a vida de prostitutas, por exemplo. Na outra ponta, os módulos “Fugir da Cidade”, “Convite à Viagem” e “A Vida Silenciosa” reúnem obras de artistas que preferiram fugir do ritmo acelerado de Paris para refúgio interiorano francês. Entre eles, o holandês Van Gogh, que escolheu a cidadezinha de Arles.

A exposição abre neste sábado e vira a noite só fechando às 22h de domingo. A partir de então, segue o horário normal do CCBB e fica em cartaz até 7 de outubro quando então vai para o Rio de Janeiro.

La Gare Saint Lazare, de Claude Monet, é uma das pintura que vão estar em São Paulo a partir de amanhã

SERVIÇO

O Que: Paris e a Modernidade: Obras-Primas do Acervo do Museu d’Orsay de Paris, França
Quando: De 4 de agosto a 7 de outubro
Onde: CCBB – Rua Álvares Penteado, 112, Sé – São Paulo
Quanto: Grátis

Para quem quer saber mais sobre o assunto, a Série Encyclopaedia L&PM publica Impressionismo, um livro perfeito pra descobrir como tudo começou e quem eram os envolvidos neste movimento que revolucionou as artes.

As belezas do Islã na cidade maravilhosa

sexta-feira, 19 novembro 2010

Até 26 de dezembro, cariocas e visitantes que chegam ao Rio de Janeiro podem ver de perto as obras dos principais museus da Síria e do Irã. O CCBB Rio (Centro Cultural Banco do Brasil) apresenta a exposição Islã. São mais de 300 peças que incluem mobiliário, tapeçaria, vestuário, armas, armaduras, utensílios, mosaicos, cerâmicas, objetos de vidro, iluminuras, pinturas, caligrafia e instrumentos científicos e musicais. A mostra faz, ainda, um passeio cronológico por 13 séculos de história da cultura islâmica, que nasce na Península Arábica e se expande, até dominar o território da península Ibérica e terminando no pé dos Himalaias. Os acervos vêm de importantes museus da Síria e do Irã: Museu Nacional de Damasco, do Palácio Azem (Museu das Tradições Populares) e Museu da Cidade de Aleppo, na Síria; e Museu Nacional do Irã, Museu Reza Abassi e Museu dos Tapetes, em Teerã. A curadoria é de Rodolfo Athayde e Paulo Daniel Farah.

A exposição será realizada no CCBB São Paulo, de 17.01 a 27.03.2011, e CCBB Brasília, de 25.04 a 10.07.2011.

Exposição Islã
Até 26 de dezembro de 2010
Local: CCBB Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 – Rio de Janeiro, Centro
de terça a domingo das 9h às 21h
Entrada franca



Quem quiser se preparar e visitar a exposição conhecendo mais sobre aspectos essenciais da cultura islâmica, não pode deixar de ler Islã, da série Encyclopaedia. O livro, escrito por Paul Balta com tradução de William Lagos, aborda alguns problemas essenciais do islamismo e procura demonstrar que, embora alguns preconceitos tragam em si elementos de verdade, o Islã não somente fixo, imutável e intolerante como muitos crêem.