60. Sou o marinheiro Popeye

O blog da L&PM Editores concedeu férias ao editor Ivan Pinheiro Machado*. Sendo assim, o “Era uma vez… uma editora”, série de posts assinados por ele – e publicados neste espaço todas as terças-feiras -, será um pouco diferente até o final de janeiro. Neste período, mostraremos alguns livros que fazem parte da memória da editora. Como “Popeye”, que pertencia à antiga Coleção Quadrinhos L&PM e cuja edição era comemorativa aos 60 anos do marinheiro viciado em espinafre.

Publicado na primavera de 1989, “Popeye” tinha formato 27,5cm x 21cm e trazia duas histórias: “O Rei da Nazília” e “Popeye, Rei da Popilândia”. Com tiras desenhadas por Segar entre janeiro e março de 1933, o livro tinha prefácio de Goida, um dos autores da Enciclopédia dos Quadrinhos, relançada este ano pela L&PM.

*Toda terça-feira, o editor Ivan Pinheiro Machado resgata histórias que aconteceram em mais de três décadas de L&PM. Este é o sexagésimo post da Série “Era uma vez… uma editora“.

Tags: , , ,

  1. Murilunk disse:

    O Popeye foi um dos meus heróis de infância, juntamente com Tom e Jerry. Hoje, essa meninada assiste umas animações que possuem uma qualidade muito baixa.

    Abraço.

  2. nagib abi-sáber disse:

    popeye é um dos meus quadrinhos favoritos. embora conheça mui
    tos leitores de gibis, nenhum deles se interessa por este insólito
    marinheiro. os personagens que orbitam em torno deste comedor
    de espinafre pertencem a um mundo perdido e completamente sem
    nexo. olívia é histriônica e coquete. é louca por popeye mas man
    tém uma esperança em brutus, que é um brutamontes sensível e
    apaixonado. a fleuma de dudu é um grande destaque nas tiras e
    histórias de elzie segar e bud sagendorf. já esta coleção da lpm
    é simplesmente fantástica. o formato e a escolha dos personagens
    fazem parte da minha memória afetiva. gostaria que este formato
    retornasse.

Envie seu comentário

* Campos obrigatórios