Arquivo de setembro, 2010

L&PM recebe visita especial de Sergio Faraco

quinta-feira, 30 setembro 2010

Olha quem está aqui na editora: Sergio Faraco.  Um dos mais importantes contistas do Brasil, ele acaba de traduzir As veias abertas da América Latina, de Eduardo Galeano, que chega amanhã às livrarias com a nova tradução, nova capa, nova introdução do autor, além de contar agora com um índice analítico. Pela L&PM, Faraco publicou, entre outros, o livro de contos Dançar tango em Porto Alegre, agraciado com o Prêmio Nacional de Ficção da Academia Brasileira de Letras em 1999.

Vera Shida e Sergio Faraco

Nossa simpática visita não recusou um café. Adoramos recebê-lo. Volte sempre Faraco!

Sergio Faraco esperando um cafezinho na sede da L&PM - Foto: Angélica Segui

Presentes especiais para Minduim

quarta-feira, 29 setembro 2010

Sábado  é dia de alegria para os fãs de Peanuts. Para festejar a “terceira idade” do Minduim, já foram produzidos presentes especiais como Moleskines, tênis, canecas e outros mimos.  Agora os admiradores das criações de Charles M. Schulz também contam com um hotsite especial de aniversário da turma do Charlie Brown. No http://greatpumpkincountdown.com estão trechos de desenhos animados do Snoopy, tirinhas, jogos virtuais e backgrounds especiais para publicar no perfil de redes sociais, como Twitter e Facebook.  Amanhã, divulgamos aqui no blog o que a L&PM preparou para esta data tão especial.

Facebook em quadrinhos

quarta-feira, 29 setembro 2010

Estréia essa semana o filme sobre a vida de Mark Zuckerberg, cocriador do Facebook.

The Social Network foi transformado em filme por David Finch, um cineasta respeitado de Hollywood, e pelo roteirista Aaron Sorkin.

Chegará a ser um zeitgeist? Não sabemos, mas o filme certamente vai representar muito bem a chamada “geração digital”.

Acha que é pouco? Pois tem mais. A vida do jovem magnata de 26 anos será contada em formato de história em quadrinhos. O lançamento está previsto para dezembro de 2010, nos Estados Unidos. Saiba mais aqui.

Porque estamos neste clima geek? Estamos com página nova no Facebook!

Curta a página da L&PM Editores e compartilhe as últimas novidades e lançamentos de seus livros preferidos.

David Coimbra, Fraga e uma mulher espetacular!

terça-feira, 28 setembro 2010

“Quem viu Jô, nunca mais esquece.

Os cabelos, o rosto, os seios apontando para o céu, as pernas longas, o bum-bum impecável, as pernas longas, roliças, rijas. Enfim, linda. E além de tudo isso, excelente dona de casa, esposa exemplar, mãe extremada.

Até que um dia…Bem, você vai ler este livro e vai saber tudo o que acontece quando esta mulher resolve jogar tudo pro alto e ganhar a estrada.

Sai da frente!”

Este é um trecho da orelha do livro “Jô na estrada” escrito por David Coimbra e desenhado por Fraga. Acho que nem o David imaginou uma mulher como Fraga teve o talento de desenhar. E este é o grande barato deste livro. O texto corre junto com os quadrinhos. Ou melhor, o texto é interrompido e a história segue em quadrinhos até retomar o texto e lá adiante prosseguir graficamente. Texto e HQ mancomunados. Dois talentos brasileiros de primeira grandeza. O ficcionista David Coimbra e o desenhista Gilmar Fraga.

Aguarde para outubro!

(IPM)

Peanuts e Schulz recebem festa especial em Washington

terça-feira, 28 setembro 2010

Como já falamos anteriormente aqui no blog, dia 2 de outubro, Peanuts comemora 60 anos de vida. Estamos preparando várias surpresas para nossos leitores. Aguardem…

Mas as celebrações pela chegada à terceira idade de Peanuts não serão apenas na terra brasilis. Atividades especiais estão programadas em diversos pontos do planeta.

A partir de 1º de outubro, quem passar pela cidade de Washington, nos Estados Unidos, poderá ver de perto a mostra de “auto-retratos” de Charles M. Schulz e participar de eventos especiais.

Fotografias do Snoopy, shows com Sean Lane e o Projeto Bay Jazz, além de oficinas de cartoon com Joe Wos estarão acontecendo.

Além dos desenhos do mestre do HQ, os visitantes vão conhecer o lado mais pessoal do criador do Minduim em fotografias da vida do mestre. A exposição ocorre no Smithsonian´s National Portrait Gallery.

Imperdível se você estiver na terra do Tio Sam! Outras informações aqui.

A L&PM publica Peanuts Completo e as aventuras da Turma do Charlie Brown em dez volumes pocket.

Não digam à minha mãe que sou jornalista

segunda-feira, 27 setembro 2010

*José Antonio Pinheiro Machado

Não há nada que irrite mais o príncipe do que o conhecimento da verdade, quando ela se opõe aos seus fins ou impede seus propósitos, escreveu Juan Luis Cebrián, num livro indispensável que acaba de ser lançado no Brasil: O pianista no bordel.O título do livro utiliza a ironia de um ditado espanhol: “Não digam à minha mãe que sou jornalista, prefiro que continue pensando que toco piano num bordel.” É um livro que celebra o jornalismo e as dificuldades para exercer com correção e eficiência essa profissão. Cebrián foi diretor-fundador de um dos mais importantes jornais do mundo, El Pais, que começou a circular em 1976, durante a transição na Espanha da ditadura de Franco para a democracia, e atualmente é um dos administradores do francês Le Monde. Os dois jornais têm algo em comum: El Pais, nas últimas três décadas, e Le Monde, desde sempre, se tornaram referências mundiais na busca da isenção e na despreocupação em desagradar os personagens de suas matérias. O grande Balzac é um exemplo: quando era elogiado, adorava os jornais. Quando recebeu críticas mudou de lado e escreveu: “Se a imprensa não existisse, seria preciso não inventá-la.”

*Advogado e jornalista.  Autor de diversos livros de gastronomia publicados pela L&PM.

Semana Cultural Sinais na Arte no MAM em São Paulo

segunda-feira, 27 setembro 2010

“Você tem duas opções quando não consegue ouvir o que os outros dizem: ficar quieto, acenar com a cabeça, murmurar e sorrir, fingindo que ouve o que o seu interlocutor está dizendo, usando de vez em quando uma expressão de concordância, mas sempre correndo o risco de meter os pés pelas mãos com consequências desagradáveis; ou então tomar a iniciativa, ignorar as regras normais de turnos conversacionais e falar sem parar sobre o assunto que preferir, sem deixar nenhum espaço para o seu interlocutor, o que evita o problema de escutar e entender o que ele está dizendo.”

O trecho acima é apenas uma das situações vividas por Desmond Bates, personagem central do romance Surdo Mundo de David Lodge. Desmond, um homem de meia idade que tenta lidar com a incapacidade de distinguir os sons, não faz outra coisa que gerar confusão – para ele e para todos à sua volta.

Por que estamos falando de surdez? Ontem (26/09) foi o Dia nacional do deficiente auditivo e do surdo. O dia foi marcado por eventos que ressaltam a importância da inclusão do social e do ensino da linguagem de sinais (Libras).

Para quem mora ou está de passagem por São Paulo, o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) está com um evento especial: a Semana Cultural Sinais na Arte. A programação oferece exibição de filmes, oficina de fotografia e visitas guiadas. Todos os eventos são realizados em LIBRAS.

Mais informações aqui.

Os céus de Monet sob o céu de Paris

sexta-feira, 24 setembro 2010

Quem está indo para Paris, já tem programa obrigatório. Desde 22 de setembro, quarta-feira, o magnífico Grand Palais, à beira do Sena, exibe a maior exposição de pinturas de Claude Monet (1840 – 1926) jamais realizada. Vindos dos museus franceses, de grandes museus do mundo inteiro e de coleções particulares, cerca de 200 quadros de Monet cobrem as paredes deste que é o grande palco de exposições em Paris. A mostra irá até 24 de janeiro de 2011.

Esta exposição já é a “vedete” do calendário cultural parisiense de 2010 e busca reunir toda a obra deste que é um dos fundadores do Impressionismo. Aliás, um quadro seu, “Impressão, sol nascente” deu origem ao nome da escola que revolucionou a história da arte. Estão expostos seus principais quadros, desde as paisagens da Normandia, que ele pintou quando jovem, até a célebre série dos jardins da sua casa em Giverny. Como a exposição seguirá até início de 2011, ainda dá tempo de você programar uma viagem à Cidade Luz.

A L&PM publica Impressionismo na coleção L&PM Pocket, série Encyclopaedia.

Confissões de sexta-feira

sexta-feira, 24 setembro 2010

Angélica Seguí*

Sinto saudades do velho. O safado exercia sobre mim uma espécie de “domínio fatal”. Se é que isso é possível. Não era um domínio sexual, nem apenas intelectual. Era paixão. Pura e avassaladora. Por alguns anos foi assim. Ele e eu. Eu e Ele. Com eventuais traições com algum jornalista americano ou poeta uruguaio. Mas foram poucas…

Foi por meu velho que virei noites e noites, bocejei nas aulas mais divertidas sobre teorias de Roland Barthes e discuti, a ponto de quase pegar na faca, quando alguém quis ofender o velho. Foram bons anos.

Precisava devorá-lo diariamente. Os encontros eram cada vez mais frenquentes. Em casa, na faculdade, no ônibus, em praças, cafés, bares. Naquele tempo, ninguém conseguia prender minha atenção como ele.

Os amigos avisavam: “Larga esse velho! Você merece mais! Ele é um desbocado. Tem que voltar aos clássicos ou conhecer um europeu.” Eu ficava triste. Sentia que podiam ter razão. Mas, que mal poderia haver em gostar de um homem pobre, safado e bêbado? Que moça de família não havia amado alguém assim?

Depois de muitos anos juntos percebi que estava me entregando demais. Toda mulher deve se entregar por inteiro a uma paixão, pero no mucho.

Acordei numa manhã gelada de inverno, com a ressaca habitual de nossos encontros, e decidi: era o dia do fim.

Toda paixão acaba um dia. Ou se transforma.  Charles Bukowski foi uma grande paixão. Mas precisava conhecer outras pessoas.

Por que me apaixonei? Além da realidade crua com que me deparava em cada linha, havia algo mais naqueles livros. Bukowski quis ser escritor. E se entregou. E foi.

Hoje cuido bem do “nosso amor” relendo de tempos em tempos um dos seus livros ou poemas. Vibro com cada novo lançamento e quero, sinceramente, que conquiste outras moças.

Ele me ensinou muito sobre o pensamento masculino. Dos safados, é claro.

Para quem nunca leu, recomendo iniciar com Notas de um velho safado, Ao sul de lugar nenhum e Pulp.

Depois disso? Pare se for capaz…

Na Web TV L&PM tem uma entrevista fantástica com o Buk!

*jornalista e blogueira. Editora online da L&PM

Charlie Brown, quem diria, nas ruas da China!

sexta-feira, 24 setembro 2010

A paixão dos fãs por tirinhas do maestro Charles M. Schulz não se resume a comprar livros, revistas e souvenirs com os personagens criados por ele. As declarações de amor estão espalhadas pelos quatro cantos do mundo em diversas formas e lugares.

Há alguns meses, postamos por aqui o Diário de Xangai onde a nossa colega Paula Taitelbaum compartilhou as suas descobertas pelas ruas chinesas. Foi ela quem clicou esta placa do Café inspirado na turma do Minduim numa avenida em Hong Kong.

O pequeno Charlie dá as boas vindas na entrada do café…

Como já falamos aqui no blog, dia 2 de outubro Charlie Brown completa 60 anos de vida. Além dos três volumes de Peanuts Completo que a L&PM já lançou e das também das tirinhas em pocket, estamos preparando outras surpresas para comemorar a data.